Primeiras Impressões: Butlers Chitose Momotose Monogatari Uma comédia estudantil com uma pitada de batalha e viagem no tempo.

Éder Rodrigues
(Colunista)
@ederrodrigues32
©Silver Link

Butlers: Chitose Momotose Monogatari – Ficha Técnica

Gênero: Comédia, Escolar, Sobrenatural
Estúdio: Silver Link
Baseado em: – (Obra feita originalmente para TV)
Diretor: Ken Takahashi
Data de Estréia: 11/04/2018

Parte Técnica

No quesito animação, sua consistência se mantém por todo episódio, porém, não é algo positivo. Está mediano/fraco, não é um dos melhores trabalhos do estúdio Silver Link, responsável pela animação de Butlers, fora que, assim como Caligula, parece faltar polimento na animação.

Nota-se claramente um visual esbranquiçado, que, incomoda um pouco, mas nada que estrague. A sua opening, de nome Growth Arrow da banda Oldcodex, é interessante; entretanto, não combina com o anime e principalmente com as imagens que ali passam. Não há um “crescimento” das imagens com a música, principalmente no refrão.

A sua ending é cantada por Tenna Kisaragi, e o nome dela é Eternal Garden. Não há muito o que falar aqui, ela é mediana apenas. Em comparação a opening, seu encerramento combinou bem mais.

Sobre o Enredo

©Silver Link

A sinopse diz muito sobre o anime, mas ao mesmo tempo não diz nada. Aí você deve estar pensando (Nossa, esse colunista está mais cheirado no orégano que o criador de Mahou Shoujo Ore.) Calma galera! Eu vou explicar. Nos quinze primeiros minutos de anime; é exatamente o que está escrito na sinopse; que ocorre. Mostra a interação de Koma com os outros estudantes, com o conselho estudantil e também com a mulherada; que caem em cima dele toda hora, mas ele dá fora em todas elas, que até é engraçado e cômico. E Tsubasa, que trabalha em um café; um cara bonito e pomposo; também arrebata o coração das mulheres e é basicamente o que acontece nos primeiros quinze primeiros minutos.

Depois disso, o anime dá uma engrenada. Um certo mistério acaba deixado no ar, algumas tramas vão se abrindo e o encontro entre Koma e Tsubasa é o ápice do episódio; que é o que vai gerir todo desenrolar do anime. Eu achei bem interessante, tanto o mistério sobre o paradeiro da garota desaparecida (isso não é spoiler, pois  é mostrado no inicio e no final do episódio),  tanto esse ar distópico presente na vida dos protagonistas. E a cena final do episódio, meus caros leitores gurus, é muito boa!

Expectativas 

©Silver Link

Butlers se mostrou um anime muito bom em seu primeiro episódio, com uma trama interessante e com mistérios a solucionar. O tom cômico quebra um pouco esta parte mais séria que o anime nos passa, mas não é ruim, as transições feitas entre as partes mais “pesadas”e as mais cômicas estão bem consistentes e no padrão certo a ser feito. Só espero que não leve Butlers para um caminho mais de “zoeira”; Sua primeira impressão é muito boa, mesmo o seu visual não sendo um primor, mas em seu cerne tem viagem no tempo. Quem não gosta de viagem do tempo? É loucura, loucura, loucura!

Butlers Chitose Momotose Monogatari está em simulcast pelo serviço de streaming Crunchyroll. 

Nota: 5/5 – Ótimas Expectativas

SUA OPINIÃO É IMPORTANTE. COMENTE AQUI!
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião
deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.