Death Note: Por que algumas pessoas simpatizam com o personagem Kira? Kira é o pseudônimo que Light Yagami utiliza enquanto realiza seus feitos como deus do novo mundo.

Welerson Silva
(Redator do Blog)
Death Note
©Death Note/Madhouse

Antes de explanar de fato sobre este tema, é necessário fazer uma pequena contextualização de Death Note para vocês, para fins de melhor elucidação deste assunto, caso tenha alguém que ainda não assistiu o anime (o que acho muito pouco provável).

Death Note e sua narrativa

Death Note, traduzido para o português, significa “caderno da morte” o que, no anime, é exatamente para esta função que ele veio. Após um shinigami (deus da morte) deixar o caderno cair no mundo dos mortais, um exemplar e promissor estudante o encontra, seu nome é Light Yagami. Futuramente, após entender a mecânica do caderno, ele passa a utilizar o pseudônimo de Kira e, assim,  começa a “punir” pessoas de acordo com seu próprio julgamento, decidindo se devem ou não viver, com o objetivo de constituir um novo mundo, tendo ele como o deus dessa nova era.

Death Note
©Death Note/Madhouse

O início de tudo

Após Light Yagami encontrar o Death Note e tomar posse dele, Light começa com pequenos testes em pessoas que já estavam presas ou condenadas ao corredor da morte, logo se a proposta do caderno fosse convicta, ele não estaria fazendo nada de errado, segundo ele. Subsequentemente, ao ver que o caderno tinha um poder efetivo, ele deu início à matança generalizada, levando a óbito todos aqueles que “sujavam” o mundo com seus atos desprezíveis e tóxicos.

Death Note
©Death Note/Madhouse

Afinal, Light Yagami era um visionário ou apenas um sádico?

É exatamente neste tópico que quero tratar com vocês uma das questões mais insanas que Death Note traz para o mundo externo: apoiadores e opositores de Light Yagami. É fato que ele cativou e conquistou a muitos dentro do universo do anime. Vemos que as pessoas o idolatravam, e foi daí que surgiu o nome Kira, nome que seus apoiadores deram a ele, que seria algo relacionado com “killer”, traduzindo para o português: assassino.

As pessoas sentiam-se mais seguras e protegidas em saber que havia alguém olhando por elas e cuidando para que o mau não assolasse o Japão. Todavia, em paralelo a isto, também tínhamos as pessoas que passaram a teme-lo, afinal estamos falando de alguém que matava pelo seu próprio ponto de vista de certo e errado. Então, neste momento tivemos a divisão de polos na história.

Death Note
©Death Note/Madhouse

A pseudo sensação de liberdade que Kira oferecia

Esse é um dos motivos pelo qual as pessoas amavam e o seguiam. O que ele fazia, nada mais era do que colocar em prática aquilo que cada um pensava sobre o mundo, mas não executava. Ele simplesmente representava, na sua forma mais objetiva, o que todos ali queriam fazer, mas não tinham os recursos nem a coragem necessária para tal. Desse modo, ele se tornou um símbolo de justiça para os adeptos às suas ações.

Death Note
©Death Note/Madhouse

Considerações finais

Death Note foi uma grande obra que ficou em lançamento no período de 2006 a 2007. Com certeza, até hoje, é muito comentada pelos fãs de anime/mangá por conta de seu incrível e imersivo plot, trazendo uma luta psicológica intensa. Com combates ideológicos e extremamente intelectuais, Death Note consagrou-se como uma das maiores e mais recomendáveis obras, tornando-a atemporal. Mas, claro, alterna de pessoa para pessoa os ideias de Kira e o que faz ele ser amado. Tudo é uma questão de ponto de vista. Caso você ainda não tenha assistido esta obra, recomendo que veja.

E você? Era fã do Kira ou repudiava seus atos? Deixe nos comentários, queremos saber!

SUA OPINIÃO É IMPORTANTE. COMENTE AQUI!
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião
deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.