Grand Blue: o que o torna diferente das comédias convencionais? Seria esse um novo jeito de fazer humor no Japão?

Leticia Santana
(Redatora de Blog)
©Zero-G/Inoue

Título: Grand Blue
Título Alternativo: Grand Blue Dreaming
Gênero: Slice of life, Comédia, Seinen
Estúdio: Zero-G
Número de episódios: 12
Estreia: 2018 | Temporada de Verão

Você é daqueles que adoram um besteirol americano? E se for um besteirol japonês? Ah, duvida que exista? Então, vamos fiquem comigo!

Grand Blue é uma série de animação japonesa, adaptada de um mangá com o mesmo título. É escrita por Kenji Inoue, e ilustrada por Kimitake Yoshioka.  A adaptação da série foi produzida pelo estúdio Zero-G, dirigida por Shinji Takamatsu, e contará com apenas doze episódios; iniciados na temporada de verão de 2018.

No anime, acompanhamos a rotina de Iori Kitahara, um jovem que, aos 20 anos, foi estudar na Universidade Izu; em uma pequena cidade litorânea: (Península de Izu) na companhia de seu tio e dono de uma loja de mergulhos com o mesmo nome da série, Toshio Kotegawa, e de duas primas, Chisa Kotegawa e Nanaka Kotegawa.

Para surpresa do protagonista, no mesmo dia de sua chegada, Iori conhece os veteranos, Shinji Tokita e Ryūjirō Kotobuki; em uma situação não muito agradável aos seus olhos. Mais tarde, já na universidade, Iori conhece o colega e calouro Kōhei Imamura, que, assim como Kitahara, passa a ter a vida virada de cabeça para baixo pelos membros veteranos do clube universitário; o qual são “obrigados” a participar.

©Zero-G/Inoue

Uma típica comédia norte-americana

Então você se questiona: o que há de tão especial nesse anime que o distingue de outras comédias? Muito bem, irei pontuar alguns aspectos:

  • A primeira coisa que se observa, é a clara semelhança do anime com uma comédia bem-escrachada – tipicamente americana: onde a história segue estudantes universitários, que vivem de farra e bebedeira, e têm como uma das prioridades conquistar garotas. Como consequência desse comportamento, acabam por se envolver em todo tipo de situação constrangedora.
  • Segundo: os personagens principais masculinos são totalmente desprovidos de inteligência cognitiva; apenas se sobressaindo em atividades que envolvem esportes ou coisas desnecessárias: (como conseguir levantar a saia de uma das personagens femininas com uma bola de beisebol).
©Zero-G/Inoue
  • Terceiro: o excesso de sexualização, tanto masculina, quanto feminina; onde os personagens, por muitas vezes, aparecem com apenas uma tarja (no caso do anime, eles utilizam um círculo) para censurar os órgãos genitais; ou apenas fazem uso de roupas íntimas. Entretanto, esse recurso utilizadoassim como em comédias americanas, tem mais a intenção de ridicularizar os personagens do que mesmo de sensualizá-los.
  • Quarto: linguagem contendo palavrões e frases de duplo sentido. Esse, sem dúvida, é um dos recursos mais recorrentes em comédias norte-americanas, e Grand Blue o utiliza com bastante maestria.

E então? Depois de tantas comparações, podemos considerar que o plot de Grand Blue se assemelha a algum besteirol americano o qual você já possa ter assistido?

©Zero-G/Inoue

Outros temas abordados

         Beleza, mas esse anime só fala de bebedeira e mulher?

Não, o anime também aborda o tema mergulho, (daí o título Grand Blue, se referindo ao mar ou oceano) ou seja, se você curte esportes aquáticos ou pelo menos simpatiza com eles, com certeza vai adorar ver como o oceano e a biodiversidade marinha é retratada na animação, pois elas são lindamente representadas.

Além disso, no meio das falas dos personagens, aparecem algumas lições de vida, e até mesmo frases de incentivo como, por exemplo: “se você apenas fizer o que sabe, nunca chegará a lugar algum” ou “ninguém gosta de ouvir os outros falarem coisas negativas sobre o que gostam”. Além, é claro, de ser super divertido, pois muitas vezes as expressões dos personagens se tornam bastante caricatas, chegando a se assemelhar aos titãs de Shingeki no Kyojin. Somando a tudo isso, possui uma das endings mais engraçadas da temporada.

©Zero-G/Inoue

Para finalizar, acredito que Grand Blue entrará para a lista de comédias mais divertidas da temporada, por seu humor escrachado, e totalmente diferente dos quais estamos habituados. Com certeza, vale muito a pena dar uma olhada nessa animação, por mais que o riso seja algo particular de cada pessoa, acho pouco provável você não conseguir sorrir com uma cena ou outra desse anime super divertido e maravilhoso.

SUA OPINIÃO É IMPORTANTE. COMENTE AQUI!
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião
deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

  • Quitter

    Isso de personagens masculinos pelados frequentemente e com censura também existe em Gintama kkk, que também é besteirol na maior parte do anime

    • Letícia Santana de Sousa

      Verdade, também acompanho Gintama, percebo que ele trabalha mais em cima de paródia e referência de outras obras pra montar o seu humor, além de possuir alguns arcos mais serios. Já em Grand Blue, o que temos é o puro e simples besteirol.

  • Julioo Cesar

    Melhor comedia do ano e temporada

    • Letícia Santana de Sousa

      Olha, eu também acho.

  • Jhonatan SB

    Que coincidência horas atrás eu me achei lendo esse manga no App da crunchyroll, achei bem divertido. Posteriormente vou assistir o anime.

    • Letícia Santana de Sousa

      Ainda não li o mangá, só acompanho o anime, mas tenho certeza que deve ser tão divertido quanto.

  • Pedro Henrique Novaes Santos

    Sem duvida a melhor comédia DO ANO. Eu não dava muitas risadas consecutivas em um anime desde o Konosuba. Pena que vão ser apenas 12 episódios.

    • Letícia Santana de Sousa

      Pois é, eu também achei pouquíssimos episódios. O jeito agora é torcer por uma nova temporada.