PRIMEIRAS IMPRESSÕES: MUTEKING THE DANCING HERO O clássico dos anos 80 está de volta

EricPaixao
(Redator)
@EricPaixao
Tatsunoko / Muteking the dancing hero
© Tatsunoko / Muteking the dancing hero

Ficha técnica –Muteking the Dancing Hero

Gênero: Comédia, ação, ficção científica
Estúdio: Tatsunoko Production, Tezuka Productions
Origem: Original
Data de estreia: 3 de outubro

Ainda estamos no começo de todas as estreias da temporada de outono e hoje o anime Muteking the Dancing Hero estreou. O mesmo é um reboot da série Tondemo Senshi Muteking, produção da Tatsunoko Production, lançada na década de 1980 no Japão, e foi ao ar com todos os atributos da época.

O mesmo é uma comédia voltada para crianças e é do tipo que se assiste em família, já que se trata de heróis que se transformam, bem ao estilo anos 80 e salvam o dia com com muita música e danças ao estilo anos 70. Sim, isso mesmo, a obra é cheia de cor e músicas e tem seus gráficos todos nos mesmos moldes dos anos 80 /90, tudo muito colorido e espontâneo.

Tudo começa na cidade futurística de Neo San Francisco, onde o jovem Muteki e o outro protagonista chamado Dj se encontram e tudo começa, e uma série de eventos acontece para que tudo no anime seja apresentado logo no primeiro episódio, todos os heróis e os vilões. Vale lembrar que esta obra é uma comédia voltada para todas as idades, o que faz com que as batalhas não sejam violentas, na verdade, seguindo o mesmo modelo da versão original de décadas atrás, as batalhas se resolvem todas através da música e dança, isso mesmo nossos heróis podem se transformar em Muteking, uma espécie de herói que combate uma força alienígena do mal na base de dança e música na vibe psicodélica dos anos 70/80.

Muteking the dancing hero
© Tatsunoko / Muteking the dancing hero

A produção atual é um trabalho conjunto entre os estúdios Tatsunoko e Tezuka Productions (How NOT to Summon a Demon Lord Omega), o anime conta com outros nomes como Hiroshi Sasagawa, que trabalhou no projeto original, na direção executiva, com Ryousuke Takahashi (Cyborg 009) como diretor-chefe, e Yuuzou Satou (Flowers of Evil) na direção dos episódios. Masafumi Sato (Denki-Gai) é o diretor assistente e também coordena a direção das batalhas, Yuji Kondou (Layton Mystery Tanteisha: Katori no Nazotoki File) está no roteiro da série, com Takamitsu Shimazaki (Hakushon Daimaō 2020) e Takeshi Masuda (Psychic Squad, Snow White with the Red Hair) é o compositor da trilha sonora.

O anime original possui 56 episódios e foi transmitido entre 1980 e 1981, o que faz pensar que a versão atual vai ser de vários episódios também, o que é uma boa para acompanhar seguindo a ideia de que ele é bem família e pode ser assistido com os filhos.

O único ponto negativo é a movimentação do personagem após sua transformação que é muito estranha mesmo para os padrões dos anos 80, com movimentos lentos e não tão dinâmicos, mas confesso que eu adorei todos os demais detalhes, como o design dos personagens e da cidade, está tudo com o mesmo modelo da época, o que dá uma certa nostalgia, mas vale lembrar que eu estou comentando e observando com o olhar do público alvo da produção, então se você é um adulto que adora batalhas sanguinárias, dramas envolventes, explosões e etc, aconselho não assistir este anime, por que ele é bem comédia infantojuvenil.

Muteking the dancing hero
© Tatsunoko / Muteking the dancing hero

Sinopse:

Situado em uma cidade inspirada em São Francisco na década de 1980, o protagonista se transformou no herói Muteking e está lutando contra alienígenas do mal por algum motivo. O herói da ficção científica ama a comédia silenciando o herói dançarino, cantando e dançando com música pop.

Expectativas:

Minha avaliação e expectativas para este anime leva em conta que o mesmo é baseado em quadros, músicas e designs dos anos 80, e que é uma comédia voltada para todos as idades e principalmente para crianças, e observando assim, o mesmo é interessante e divertido, com uma linguagem bem leve e livre de imagens pesadas, as batalhas são divertidas e até o momento segue o padrão da versão original, sem lutas, ou seja é uma obra que eu ficaria muito feliz em apresentar para meu filho e assistir junto com ele.

Se você assistiu e também gostou ou odiou, comente aqui em baixo e vamos junto conhecer mais animes desta temporada e nos divertir com todos eles.

Nota: 4,0/5,0

SUA OPINIÃO É IMPORTANTE. COMENTE AQUI!
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião
deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

5 1 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments