Primeiras Impressões: Godzilla S.P. Contando com produção da Netflix, a franquia do monstro mais famoso (e temido) de Tóquio, agora recebe adaptação para anime.

Pires94
(redator de noticias)
Godzilla S.P.
© Godzilla S.P.

Ficha Técnica – Godzilla S.P.

Gênero: Ação

Estúdios: Bones, Orange

Origem: Original

Data de estreia: 25 de março

O Rei dos Monstros finalmente teve seu lugar reservado na plataforma da Netflix. Isso graças inclusive não só à mesma, mas também à colaboração da produtora Toho (Kimi no Na wa,Sen to Chihiro no Kamikakushi, Akira). Sem contar que por trás do desenvolvimento da animação, também se fazem presentes os nomes do estúdio Bones (Fullmetal Alchemist, Boku no Hero, Noragami), em parceria com a Orange (Beastars, Black Bullet), os quais produziram a série com base na combinação de estilos de desenho à mão e animação CG.

Carregando o título de “Godzilla Singular Point ”, ou simplesmente S.P., a obra apresenta designs de personagens de Kazue Kato (a mesma de Ao No Exorcist), além de um novo design de Godzilla através do lendário animador dos Studios Ghibli, Eiji Yamamori (Mononoke Hime, Sen to Chihiro no Kamikakushi).

Agora, quanto ao anime em si, este “não é nada de mais” grosseiramente falando. Contando com uma temática bem objetiva e simples, com base num certo “ar investigatório”, a série basicamente gira em torno de 2 jovens protagonistas. Um deles é Yun Arikawa, “um engenheiro que trabalha na oficina multiuso local Fábrica OtakiUm chamado prodígio, ele é versado em muitas habilidades, incluindo construção e programação de robôs, mas é um excêntrico que tem problemas para interagir com as pessoas. Depois de investigar uma casa vazia de estilo europeu, ele se envolveu na luta contra Godzilla.

Ao lado de Arikawa nesta “batalha” encontra-se Mei Kamino, que por sua vez “é uma estudante excêntrica de pós-graduação que estuda “criaturas inexistentes”. Ela tem uma personalidade alegre e confiante. Embora ela seja um gênio, ela tem um ar de distração, muitas vezes perdendo coisas. Depois de receber um pedido para substituir um professor ausente na investigação de “Misakioku”, ela se junta à Yun contra a criatura inimiga.

Godzilla S.P.
© Godzilla S.P.

Sinopse:

“Esta série apresenta uma história original, que retrata os jovens gênios Mei Kamino, uma pesquisadora, e Yun Arikawa, um engenheiro, enquanto enfrentam uma ameaça sem precedentes com seus companheiros. Quando o perigo vem das profundezas, apenas os jovens gênios Mei, Yun e sua equipe podem enfrentar a ameaça em Godzilla Singular Point!”

Godzilla S.P.
© Godzilla S.P.

Expectativas:

Sinceramente, baseado não apenas na premissa do anime, mas também em seu hype, confesso que a obra não me atraiu muito em nenhum momento (seja desde sua divulgação, ou exatamente agora). Além disso, apesar de particularmente nunca ter sido muito fã da franquia Godzilla, pra quem curte acredito que valha a pena dar uma conferida, não é de “todo perdido”; principalmente pelo fato de Godzilla Singular Point atingir com sucesso o gênero proposto. O anime não deixa a desejar em ação (acredito que traga uma mínima satisfação se é isso o que espera).

Agora em relação à história, (independentemente dos diálogos, clima de suspense e ambientação interessantes), tive a sensação de que a mesma poderia ter rendido um pouco mais, quem sabe, talvez ter sido explorada com maior profundidade.

Por fim, a série aparenta ter elenco relativamente vasto, onde o design dos personagens também me agradou.

Nota: 4,0/5,0

SUA OPINIÃO É IMPORTANTE. COMENTE AQUI!
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião
deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

2 1 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments