Primeiras Impressões – Koi to Producer: EVOL×LOVE Contando com a música-tema de abertura, “Nibiiro no Yoake” (Dark Gray Dawn) de Yuotarou Miura, o anime conta a história de uma garota, e mais quatro “evolvers”

Pires94
(redator de noticias)
Koi to Producer: EVOL×LOVE
© Koi to Producer: EVOL×LOVE

Ficha Técnica – Koi to Producer: EVOL×LOVE

Gênero: Música, Slice of Life, Super Poderes, Romance, Shoujo

Estúdio: MAPPA

Origem: Jogo

Data de Estreia: 16/07 (Japão)

Baseado no otome game (jogo voltado para o público feminino) de mesmo nome e de boa repercussão ao redor do mundo sendo baixado mais de 90 milhões de vezes, a adaptação para anime TV de simulador de namoro Koi to Producer: EVOL×LOVE, teve seu primeiro episódio, intitulado como The Beginning Bonds, no ar hoje.

Contando com a música-tema de abertura, “Nibiiro no Yoake” (Dark Gray Dawn) de Yuotarou Miura, o anime conta a história de uma garota, e mais quatro “evolvers” (garotos com poderes únicos denominados como “evol”).

A história da animação se inicia dois anos depois que a personagem principal, herda a responsabilidade de se esforçar ao máximo para que uma pequena empresa criada pelo seu falecido pai, a Produtora Kiseki, não venha a falir. A empresa é dependente do Grupo Financeiro Loveland, seu único investidor.

A garota precisa lidar com a pressão de produzir notícias para seu programa final “Descobertas Milagrosas”.  A principal notícia que ganha a atenção da personagem até o momento são estranhos incidentes de teletransporte que ocorreram em lugares e momentos variados.  Para surpresa da garota, a respectiva notícia ganha um investidor, um professor convidado da Universidade Loveland.

Apesar de ainda não ter o conhecimento disso, a protagonista, posteriormente acaba conhecendo um dos primeiros “evolvers” de forma repentina enquanto fazia compras em uma konbini (loja de conveniência). Seu nome é Kira. 

Kira é um idoluma personalidade famosa. Segundo as fâs, Kira parece ter um superpoder que encanta as pessoas e isso intriga a personagem. Interessada em Kira ela resolve conversar com o rapaz, se mostra simpática até que decide convidá-lo para o seu programa entregando seu cartão.  A garota agora, conjectura investigar de onde viria esse poder. Kira aceita a proposta, porém, como sua fama já foi conquistada, só seria benéfico para Kira participar do programa se o mesmo obtivesse boa reputação. A garota entende e faz uma promessa a ela mesma:

“Vou fazer esse milagre que parece um sonho virar realidade!” é o que pensa a garota neste instante.

Depois de seu diálogo com Kira, agora a garota precisa voltar o foco para sua rotina anterior. Ela ainda precisa se reunir com o Professor Lucien (um pesquisador de alta classe de uma empresa estrangeira, uma potência em psicologia cognitiva) com o objetivo de agregar conteúdo para suas pesquisas.

Ao contrário do que pensava no início, o professor é bem jovem ainda. Lucien lê o artigo da garota, entende o problema de sua pesquisa e acaba demonstrando diversas teorias. O professor entende que os conteúdos produzidos pela garota precisam ter mais personalidade. “Sei que você tem algo a acrescentar que fará o programa ser só seu” é o que diz o Lucien.

Depois da “aula”, Lucien e a protagonista continuam dialogando até que surge a seguinte pergunta por parte da moça: “Já ouviu falar de Evolvers?”. O professor responde que “ Há um boato circulando entre pesquisadores das ciências da vida. Pesquisando a possibilidade da evolução humana, pesquisadores de genética de um certo país fizeram uma descoberta. Evolver é como chamam seres humanos superevoluídos. Eles contam com genética evoluída e habilidades únicas.”  

Apesar de toda sua força de vontade e curiosidade sobre o mundo e provável existência dos Evolvers, os investidores do Grupo Financeiro Loveland por fim, decidem retirar os investimentos realizados na produtora. Sabendo da notícia, a garota vai até a empresa na tentativa de tirar satisfação pessoalmente com o respectivo CEO, Victor.

Victor alega ter desistido da produtora Kiseki por não haver novidades na programação, por ser muito conservadora quanto aos métodos antigos, e que por isso não vê expectativa alguma quanto ao futuro da empresa.

Isso deixa a personagem profundamente indignada, até que a mesma não se conforma e se dirige à Victor novamente: “Você vai se arrepender. Em cinco anos estarei no topo da indústria. E nem adianta vir implorando depois, está entendido?”. Victor então responde: “Tente, se for capaz”.

Assim, termina o primeiro episódio. Resta sabermos agora quais serão os esforços, quais as estratégias que a protagonista terá que adotar para dar a “volta por cima” e salvar a Produtora Kiseki além de descobrir os mistérios que envolvem o mundo dos Evolvers.

O anime termina com a música tema de encerramento “Maioritekita Yuki” (Snow That Flies Down) de Konomi Suzuki.

 

Koi to Producer: EVOL×LOVE
© Koi to Producer: EVOL×LOVE

Sinopse:

“Uma garota herda a empresa quase falida de seu falecido pai. Na falta de recursos, ela agora deve se tornar a própria produtora para salvar a empresa do colapso. Durante seu trabalho, ela conhece quatro garotos – o especialista financeiro Zen, o ídolo Kira, o policial Haku e o principal neurocientista Simon – e de repente se envolve com as conspirações e mistérios sobre a existência de poderes especiais conhecidos como “Evol“.”

Koi to Producer: EVOL×LOVE
© Koi to Producer: EVOL×LOVE

Expectativas:

Apesar de nunca ter assistido um anime baseado em um otome game, num primeiro momento, a história me agradou. Despertou minha curiosidade em saber, como será o prosseguimento da animação. O anime superou minhas expectativas. Percebe-se que o desenrolar da história é bem tranquilo e natural, não é exagerado, enjoativo muito menos “pedante”. Pelo menos, num primeiro momento, o foco não é a aparência dos personagens masculinos (a qual faz parte, claro) mas sim, na trama em si e em despertar a curiosidade, intrigar o público, seja de qual gênero for.

Geralmente é difícil vermos um anime de gênero muito específico figurar entre os melhores de uma temporada, mas, principalmente com base na história em si, tenho boas esperanças no caso de Koi To Producer. Vale destacar também a parte da arte, do estilo de desenho presente no anime, o qual me me agrada bastante.

Nota: 3,5 / 5,0

SUA OPINIÃO É IMPORTANTE. COMENTE AQUI!
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião
deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of
trackback

[…] Nota: 3,5 / 5,0 Fonte […]