Banana Fish: quais elementos tornam o anime interessante? Seria Banana Fish o melhor anime da temporada?

Leticia Santana
(Redatora de Blog)

 

©MAPPA/Yoshida

Título: Banana Fish
Gênero: Ação, Aventura, Drama, Shoujo
Estúdio: MAPPA
Número de episódios: 24
Estreia: 2018 | Temporada de Verão

Banana Fish é uma série de animação japonesa adaptada de um mangá, de mesmo nome, escrita por Akimi Yoshida; produzida pelo estúdio MAPPA e dirigida por Hiroko Utsumi. A animação possui 24 episódios apresentados semanalmente desde o dia 05 de julho de 2018.

A história segue o jovem Ash Lynx, que, aos dezessete anos, lidera uma gangue de rua em Nova York. O jovem, acidentalmente, recebe uma droga chamada Banana Fish, a qual 10 anos atrás, deixou seu irmão mais velho, Griffin Callenreese, em estado vegetativo.

O melhor anime da temporada?

 Se você procura um anime repleto de ação, somado a uma ótima trama policial; Banana Fish é o ideal, pois possui isso, e junto, mistura assuntos polêmicos e atuais do nosso cotidiano. Com absoluta certeza, esse é o anime que você estava procurando.

Ao decorrer dos episódios, nos é apresentado a dura realidade das ruas, transmitida através das vivências de Ash Lynx, que, apesar de muito jovem, possui um passado sombrio e repleto de perdas e traumas.

Mas, então você me pergunta: “Tá, mas por que ele estaria entre os melhores da temporada?”.

Bom, para responder a essa pergunta, listarei alguns temas abordados dentro do anime:

Tráfico de drogas

  • Até o presente momento (episódio 7), nos foram apresentadas duas facções criminosas: a Máfia Corsa, chefiada por Dino Golzine (Papa Dino); e a Máfia Chinesa, liderada por Yue-Lung Lee, responsáveis pela distribuição de drogas e entorpecentes no território nova-iorquino, e os principais antagonistas da série.

Gangues de rua

  • O tema é retratado com bastante realismo, nos mostrando a dura realidade de jovens; em sua maioria proveniente de classes sociais mais baixas, e que são obrigados a aliarem-se ao crime como meio de sobrevivência. Vemos essa realidade através do protagonista, que, apesar da pouca idade, já é líder de gangue, e possui um histórico de crimes graves, como assassinato.

Tráfico, pornografia, prostituição e estupro de menores

  • Um assunto extremamente delicado, mas muito bem-explanado dentro da obra. Portanto, não se preocupe, você não verá cenas de estupro, ofensivas ou que denigram a imagem das crianças. Apesar do tema ser abordado, ele é retratado de maneira sutil.

Corrupção no meio judiciário e policial e a insegurança dentro dos presídios

  • Outro assunto bastante polêmico e discutido na animação de forma bastante verossímil. A maneira como o tema é retratado não perde em nada para um bom filme de trama policial.

Homossexualismo

  • Apesar de muitos acharem que não, o tema é retratado com bastante sutileza e naturalidade por Yoshida. Sendo assim, não vá logo de cara achando que se trata de um romance Yaoi, pois não é. “Ah, mas houve cena tal, isso não é caracterizado como fan service?” Bom, pode ter sido intencional ou não, mas a maneira como a cena foi retratada se mostrou bastante inteligente e tinha um propósito final. Portanto, não deixe qualquer tipo de pensamento preconceituoso desmerecer a obra ou impedi-lo de apreciar uma ótima experiência .

Esses foram apenas alguns dos assuntos abordados em Banana Fish. Como citado anteriormente, o anime está repleto de cenas de ação de tirar o fôlego, além de possuir um roteiro maravilhoso, com uma trama bem desenvolvida e com bastante fluidez na animação. Portanto, se você por algum motivo “dropou” a série ou ainda está na dúvida se vê ou não o anime, dê uma chance a Banana Fish, pois com certeza, não se arrependerá.

SUA OPINIÃO É IMPORTANTE. COMENTE AQUI!
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião
deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.