Kakkou no Iinazuke cena de calcinha é censurada no anime O motivo não foi identificado

Ana
(Supervisora da redação)
@anapnf
Kakkou no Iinazuke
©Kakkou no Iinazuke

O usuário do Twitter @kiyoe_sans foi citado em fóruns de comentários no Japão depois que ele comentou sobre o fato de que a adaptação em anime do mangá Kakkou no Iinazuke (A Couple of Cuckoos) ‘diluiu o conteúdo de uma cena ecchi’, omitindo a calcinha de Erika Amano na exibição no terceiro episódio da série.

Nesta cena, Nagi Umino pede a Erika Amano que o deixe estudar, então ela pede em troca sua ajuda em uma sessão de fotos para fazer algumas postagens em suas redes sociais. Em algum momento da sessão, Erika erroneamente mostra sua calcinha para a câmera e para Nagi, levando a uma cena engraçada onde ela menciona ‘Ei, você viu, não é?‘. Na adaptação do anime, Erika não mostra a calcinha, então o diálogo é alterado para ‘Olhando onde não deveria, hein?‘, para dar sentido à mudança.

Não está claro por que a cena foi alterada para não mostrar uma calcinha, e o assunto chamou a atenção dos fãs japoneses. Acontece que Kakkou no Iinazuke é uma série que é transmitida de madrugada, então os controles de transmissão nas emissoras de televisão são bastante relaxados nesse sentido, ou seja, não haveria problema em mostrá-la. Tem a ver com o fato da Crunchyroll fazer parte da co-produção? Alguns afirmam que sim, mas não há provas.

Elenco:

  • Ryohei Kimura como Yohei Umino (pai de Nagi);
  • Yoko Hikasa como Namie Umino (mãe de Nagi);
  • Toshiyuki Morikawa como Soichiro Amano (pai de Erika);
  • Yukiko Aruga como Rituko Amano (mãe de Erika);
  • Kaito Ishikawa como Nagi Umino;
  • Akari Kitou como Erika Amano;
  • Nao Touyama como Hiro Segawa;
  • Konomi Kohara como Sachi Umino.

Sinopse:

Nagi Umino, estudante do segundo ano de um colégio de prestígio, descobre que, ao nascer, foi entregue por engano a outra família pelo hospital. Um dia, a caminho de encontrar seus pais biológicos, ele encontra Erika Amano, uma garota estranha que tenta escapar do casamento arranjado de seus pais. Mas Nagi e Erika descobrem que têm muito mais coisas em comum do que imaginam!

Mais sobre:

Yoshikawa, que também é a autora de Yamada-kun to 7-nin no Majo, começou a publicar o mangá na revista Weekly Shonen Magazine da editora Kodansha em janeiro de 2020, após publicá-lo dentro de um conjunto de três one-shots no início de 2019 e ter votação para serialização.

Hiroaki Akagi (Karakai Jouzu no Takagi-san, Mashiro no Oto) está dirigindo o anime em colaboração com Yoshiyuki Shirahata (Maoujou de Oyasumi, Great Pretender) nos estúdios Shin-Ei Animation e Synergy SP. Yasuhiro Nakanishi (Kaguya-sama: Love is War, Jibaku Shounen Hanako-kun) é o encarregado de escrever e supervisionar os roteiros. Aya Takano (Shirokuma Café, Karakai Jouzu no Takagi-san) é responsável pelo design dos personagens.

Fonte: Aqui!

SUA OPINIÃO É IMPORTANTE. COMENTE AQUI!
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião
deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.