Kyoto Animation – Suspeito de incendiar o estúdio é avaliado por um psiquiatra Uma das possibilidades de julgamento para o suspeito é a pena de morte!

Matheusantinho
(redator de noticias)
Kyoto Animation
©Kyoto Animation

O Ministério Público do Distrito de Kyoto confirmou que o suspeito de incendiar o estúdio Kyoto Animation foi acusado pelo crime e presto. Após a sentença, o Ministério solicitou uma avaliação psiquiatra do acusado.

A solicitação obriga que o sujeito precisa ser avaliado até ao dia 10 de setembro. Ele passará por uma avaliação psiquiátrica para determinar como a sua saúde mental pode ter influenciado a sua motivação para cometer o incêndio criminoso que resultou na morte de 36 pessoas e ferimentos de outras 33. Espera-se que ele seja submetido à avaliação em Osaka, local onde será preso.

Após a sua avaliação, os promotores poderão dizer se Aoba tem competências mentais para ser sentenciado a uma pena como outros ou até mesmo se pode ser responsabilizado pelo crime de que é acusado. Um juiz futuramente também deve determinar se eleé capaz de manter a penalidade ou se deve ser alterada.

A Kyoto Animation se pronunciou anteriormente sob a prisão de Aoba em “obviamente concordamos com os promotores que buscam a máxima culpabilidade que a lei permitirá. “máxima culpabilidade que a lei permite”.

Uma das possibilidades de julgamento para o suspeito é a pena de morte que está em vigor no Japão. Em conversas, muitos alegam que o incendiário só poderá tentar uma pena mais leve em condição psiquiátrica. Caso isso não ocorra, o juiz poderá sentenciar pena de morte caso até o julgamento em última instância.

Mais sobre:

O ataque incendiário ocorreu no edifício do Estúdio 1 da Kyoto Animation no bairro Fushimi da prefeitura de Quioto, Japão, na manhã de 18 de julho de 2019. O incêndio matou pelo menos 36 pessoas, ferindo mais 33, e destruiu a maioria dos materiais e computadores no Estúdio 1. É um dos piores incidentes de assassinato em massa na história do Japão desde o fim da Segunda Guerra Mundial e o incêndio à construção mais mortífero do país desde o incêndio do edifício Myojo 56 em 2001.

Fonte: Aqui!

SUA OPINIÃO É IMPORTANTE. COMENTE AQUI!
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião
deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of