Makoto Shinkai revelará novos detalhes de seu próximo longa este mês O diretor fará uma live no YouTube

Ana
(Supervisora da redação)
@anapnf
Makoto Shinkai
©Kimi no Na wa

Através de um comunicado no Twitter, o diretor Makoto Shinkai (Kimi no Na wa, Tenki no Ko) revelou que o próximo 15 de dezembro fará uma transmissão especial a través do canal do YouTube da TOHO, revelando mais informações sobre seu próximo longa. A transmissão terá legendas um dia depois, em 16 de dezembro.

Em dezembro de 2020, Makoto Shinkai já tinha comentado que começou a escrever o roteiro do projecto quando o governo japonês declarou o primeiro estado de emergência devido à pandemia da COVID-19. Segundo o diretor, o tema do seu próximo longa-metragem será “o que acontece depois do fim”, ou seja, pós-apocalíptico.

“É uma história em que algo tão importante acontece que o próprio poder é incapaz de o afectar. Ao fazer este filme, quero que uma parte das pessoas pense: “De alguma forma vamos conseguir ultrapassar isto, não vamos? COVID-19 é um desastre em grande escala, mas ao longo das décadas das nossas vidas iremos experimentar muitas outras formas de desastre também. Muitas coisas na sociedade têm um fim ou uma mudança dramática, mas mesmo depois disso, as pessoas ainda encontrarão formas de sobreviver”, disse ele numa entrevista anterior.

“Num mundo em mudança, as pessoas conseguem encontrar alguma alegria nas suas vidas. Neste momento, quero fazer um filme que mostre o que acontece após o apocalipse. Algo vai acabar. Não é um filme onde haja algo a manter à distância ou algo a proteger. No meio de um mundo mudado, que tipo de aventuras se desenrolarão? Como é que as pessoas entrarão em contacto com os seus sentimentos? Como é que as pessoas viverão e ultrapassarão o impacto da mudança? Quero fazer um filme que represente as coisas que temos de enfrentar após o fim do mundo”, acrescentou ele na altura.

Fonte:Aqui!

SUA OPINIÃO É IMPORTANTE. COMENTE AQUI!
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião
deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.