Novo projeto do Studio Ghibli no próximo verão Após a aposentadoria de Miyazaki, foi divulgada a data do novo filme do Studio Ghibli.

O produtor Toshio Suzuki revelou na conferência de imprensa que divulgou a aposentadoria de Hayao Miyazaki na sexta-feira, que o próximo filme do Studio Ghibli (após o lançamento de Kaguya-Hime no Monogatari de Isao Takahata) irá estrear no próximo verão no Japão. Suzuki disse aos repórteres que ele não pode revelar qualquer detalhe sobre o filme, mas ele já está sendo produzido.

Na conferência de imprensa, Miyazaki falou sobre a sua aposentadoria de longas-metragens. Ele disse aos repórteres: Eu acho que as pessoas estão pensando, Oh ele está dizendo que vai se aposentar de novo, mas desta vez, estou falando sério. Miyazaki também revelou que, embora tenha apreciado o seu trabalho como animador em várias ocasiões, ele nunca foi tão feliz em ser um diretor, já que ele tinha que tomar muitas decisões.

Embora ele tenha dito aos jornalistas que ele vai descansar durante sua aposentadoria, ele insistiu que seu “descanso” não se parecerá com descanso para os outros. Quando eu trabalho em algo que eu gosto, o trabalho torna-se tudo o que eu quero. Quando eu durmo, eu não consigo descansar. Ele também falou sobre o voluntariado no Ghibli Museum, e brincou dizendo que ele mesmo será posto em exposição.

Quando perguntado sobre a sua declaração formal de aposentadoria, Miyazaki respondeu: Eu não queria fazer uma declaração, eu só disse à minha equipe. O produtor (Suzuki) notou que seria difícil se ele fosse questionado, por isso, decidimos fazer uma conferência de imprensa. Mas o estúdio é muito pequeno, por isso decidimos mantê-lo aqui. Mas eu não planejei ter uma conferência como esta.

Embora um repórter de Hong Kong tenha comentado que o peso de Miyazaki tenha diminuido, ele assegurou que era porque ele havia ficado mais gordo depois que ele esse casou, e realmente tinha conseguido ficar com um peso adequado. Quando eu olho para fotos de mim naquele tempo (cerca de cinco anos atrás), eu acho que eu pareço um porco”.

Ao perguntarem sobre outros filmes que ele desejava fazer, ele respondeu que haviam filmes que não foram feitos, mas haviam razões para que não tinham sido realizados. No entanto, estas razões não poderiam ser discutidas em público. Quando um repórter perguntou à Miyazaki se ele próprio tinha planos para uma continuação para o seu filme Nausicaä of the Valley of the Wind, Miyazaki simplesmente respondeu: Não com um sorriso.

Miyazaki insistiu que a idéia de Kaze Tachinu, seu 11º e último filme, não foi inspirado pelo terremoto de 2011 ocorrido no Japão, já que a ideia surgiu antes do desastre ocorrido. Em respostas a algumas reações negativas na mídia coreana e japonesa em relação ao filme, Miyazaki disse: É um cenário militarista, e eu acho que há muitas opiniões… No entanto, eu acho que você não vai entender o filme a menos que você o assista. Compre um ingresso e veja. Não adianta dar opiniões sem fundamento.

SUA OPINIÃO É IMPORTANTE. COMENTE AQUI!
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião
deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.