One Piece – Yamato é confirmada como uma mulher e provoca controvérsias "Você literalmente chamou Yamato de 'ele' em cada um de seus painéis e depois confirmou que era uma mulher"

Ana
(Supervisora da redação)
@anapnf
One Piece
©One Piece

Quem conhece o mangá escrito e ilustrado por Eiichiro Oda, One Piece, certamente conhece Yamato, personagem introduzido no atual arco da franquia literária. Um fato importante sobre esta personagem, que é filha de Kaidoh, expressa: “Yamato e seu pai Kaidoh têm uma relação tensa, já que Yamato idolatra o inimigo de Kaidoh, Kozuki Oden. Quando Yamato disse a Kaidoh que queria ser Oden, Kaidoh respondeu batendo nele. No entanto, Yamato tem emulado a Oden nos últimos vinte anos ao ponto de se apresentar como um homem para Luffy, e embora Kaidoh desaprove que ela o idolatre, ele se refere a Yamato como seu filho.”

Este último fez com que as comunidades já conhecidas no Twitter ousassem afirmar que Yamato é transexual, forçando-a a se juntar à comunidade LGBTQI+. No entanto, as coisas não correram bem para eles, pois os detalhes do ‘Vivre Card‘ da personagem foram recentemente vazados, confirmando-a definitivamente como mulher. Além do mais, um vídeo promocional recente incluiu Saori Hayami como sua dubladora, reforçando ainda mais os dados.

Mas o que são os Vivre Card? Bem, eles simplesmente apresentam detalhes de fundo relacionados aos personagens da franquia, e embora alguns queiram garantir que ‘o único cânone é o mangá’, tudo o que é apresentado nesses cartões é previamente verificado pelo próprio autor antes da publicação. O usuário ‘Artur – Library of Ohara‘, popular conta do Twitter que compartilha informações sobre a franquia, compartilhou uma atualização descrevendo todo o vazamento e porque o fato de Yamato ser mulher acaba sendo irrefutável:

“Nos novos pacotes de cartões Vivre, muitas informações sobre a identidade de gênero de Yamato foram fornecidas. Resumindo, o veredicto é: Yamato é canonicamente considerado uma mulher cis (mulher nascida). Na seção de sexo / gênero do cartão, Yamato é referido como ‘feminino’ sem quaisquer conotações adicionais. No verso do cartão, em mais de uma ocasião, ele é referido com pronomes femininos de terceira pessoa quando é descrito. E, em sua descrição, ela é chamada de ‘Princesa dos Piratas da Besta’ e ‘Princesa Oni’. O Vivre Card deixa bem claro que quer se dirigir a Yamato como uma mulher. É feita menção de Yamato se tornar Oden, mas ainda é feito com pronomes femininos. ‘

Vários comentários da comunidade citada foram ouvidos nas redes sociais, destacando-se:

  • Os cartões Vivre são uma situação ‘decepcionante, mas não surpreendente’. Mas pessoalmente isso não muda a maneira que tenho visto e continuarei a ver Yamato.”
  • “O anúncio do Cartão Vivre de Yamato não é o momento ‘eu te avisei’ que os idiotas pensam que é, não entendo por que você está feliz que uma comunidade perca representação. Não custa nada não ser uma pessoa horrível.”
  • “Irmão, você literalmente chamou Yamato de ‘ele’ em cada um de seus painéis e depois confirmou que Yamato era uma mulher. Oda é uma ameaça real.”
  • “Pessoas trans merecem ser tratadas com respeito em qualquer caso, mesmo que o gênero de Yamato seja confirmado como feminino, isso não dá desculpa para ser transfóbico. Não havia problema em pessoas trans acreditarem que Yamato os representava.”

Fonte:Aqui!

SUA OPINIÃO É IMPORTANTE. COMENTE AQUI!
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião
deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.