Review: Working!! Um dos animes de comédia mais completo de todos os tempos.

Vitor Nascimento
(Redator de Notícias)
@ifusic
© A-1 Pictures

 Working!! – Ficha Técnica

Gênero: Slice of Life, Comédia, Romance
Estúdio: A-1 Pictures
Baseado em: Mangá 4-Koma
Número de episódios: 3 temporadas de 12 episódios + 1 OVA
Estreia: 2010

Sempre que algum amigo meu pede recomendação para animes de comédia, Working é uma das primeiras opções que eu apresento; juntamente de Gintama e Sket Dance. O anime de comédia foi o precursor do sistema que eu gosto de chamar de ”Fórmula A-1 Pictures” , que, após o fim dessa obra, produziu animes com propostas semelhantes, tais como Blend S, Servant x Service e Wotaku ni Koi wa Muzukashii, que estreou nessa temporada.

©A-1 Pictures                                                                                   

Working é um anime em que a parte técnica é uma das mais chatas de se explicar, já que houve três mudanças de diretor durante as três temporadas. De qualquer forma, houve coisas que se mantiveram, sendo uma delas, o character designer. Shingo Adachi foi o responsável por adaptar o visual dos personagens de Working para o anime, particularmente, eu gosto bastante do trabalho de Adachi, já que ele consegue destacar bem as características únicas de cada personagem. O mesmo foi tão reconhecido pelo seu trabalho, que, dois anos depois, foi selecionado para ser o character designer em Sword Art Online (É bem notável os traços do trabalho dele em SAO).

©A-1 Pictures

A primeira temporada: que foi sob a direção de Yoshimasa Hiraike; e com Yota Tsuruoka, um dos maiores nomes da direção de som da indústria de animação, foi de um nível elevadíssimo. Em Working, você sente de forma muito rápida a evolução dos personagens, isso mostra que Hiraike, que, também estava responsável pela composição de série e script, concluiu o objetivo de fazer com que o público se apegasse aos personagens em apenas 12 episódios.

O que é muito difícil de fazer, já que é bastante complicado dividir tempo de tela entre tantos personagens. O trabalho de Yota também foi sensacional! O mesmo conseguiu passar muito bem o significado de cada cena através de sua trilha sonora. Nada além do esperado do diretor de som de animes como Clannad, Violet Evergarden e K-On!

©A-1 Pictures

Sequência

Mas nem tudo foi bem durante a produção de Working. Veio a segunda temporada e com ela nós tivemos a troca de direção; Atsushi Ootsuki foi o escolhido para substituir Yoshimasa Hiraike. Atsushi era um diretor novato na época, diferente de Hiraike, não tinha tanto conhecimento de composição de série e script. Junto disso, outro ponto que pesou bastante foi a mudança na direção de arte. O cenário do restaurante não combinava em nada com a série e foi uma das partes que mais me irritou durante a temporada. Ao final de tudo, nós tivemos uma temporada abaixo da primeira, que culminou em um grande período de Working na geladeira.

Vários anos se passaram e Working retornou com sua terceira temporada. Desta vez, Yumi Kamakura foi a responsável pela direção. E logo em seu primeiro anime como diretora, ela conseguiu reviver os tempos áureos de Working. A sensação que se passava era a mesma de quando se assiste a primeira temporada. Ao final, ela ainda entregou um especial de 1 hora que encerrou de forma majestosa o anime.

Só para não deixar em branco, as aberturas e endings de Working também são bastantes interessantes, já que a performance é feita pelos próprios dubladores. Eu sempre digo que o cast de dubladores de Working é um dos mais fortes que já vi. Já que conta com nomes forte da dublagem japonesa como Ono Daisuke (Joutarou de JoJo), Hiroshi Kamiya (Akashi de Kuroko e Levi de Shingeki) e Jun Fukuyama (Lelouch de Code Geass). Ter esses nomes de peso ajudou bastante a divulgação do anime também.

Um pouquinho sobre o enredo

Working conta a história de Souta Takanashi, um estudante do primeiro ano do ensino médio que tem uma paixão por coisas pequenas (não, ele não é um lolicon). Certo dia, ele é abordado na rua por Popura Taneshima, uma pequena garota que aparenta ser muito mais nova do que realmente é. Ela oferece emprego para Takanashi e o mesmo aceita de prontidão, já que não consegue dizer não para a pequena e fofa garota do segundo ano do ensino médio.

©A-1 Pictures

São poucos os animes que conseguem ser tão completos quanto Working. A produção explora muito bem a comédia do começo ao fim, mas não é só o timing cômico (que é uma das coisas mais importantes em comédia) bem feito que faz o anime ser tão bom. E sim que você consegue ver o desenvolvimento romântico e dos próprios personagens  da obra ser extraído através da comédia. Working consegue passar a sensação de desenvolvimento, mas sem perder o ar cômico da obra.

Outro ponto forte do anime são os personagens. Cada um deles tem algum ponto que o destaca. Na maioria dos casos, esse ponto é algum traço de personalidade totalmente estranho. Mas é fantástico o fato de que as piadas que utilizam a androfobia de Inami, a paixão de Takanashi por coisas pequenas ou a altura de Popura nunca perdem a graça. Ou seja, não importa o quanto você já tenha visto o ”mais do mesmo” dentro do anime, aquilo sempre vai te fazer rir, não importando a situação.

©A-1 Pictures

Working é uma das obras mais fantásticas do gênero de comedia. Entregando uma obra completa e praticamente sem furos, e ainda encerrando a mesma com chave de ouro em um especial de 1 hora. Com certeza é digno de atenção.

Nota: 8 – Ótimo

SUA OPINIÃO É IMPORTANTE. COMENTE AQUI!
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião
deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.