Mangaká é preso por assédio sexual As obras foram todas canceladas e serão retiradas de circulação

Ana
(Supervisora da redação)
@anapnf
Harapeko Penguin Cafe
©Harapeko Penguin Cafe

A editora Kodansha divulgou um comunicado anunciando o cancelamento das séries de mangás Tom to Jerry: Nanairo e Harapeko Penguin Cafe, depois que seu co-autor (escritor e membro da Kyarakyara Macchiato) foi considerado culpado de agressão sexual contra uma menor.

“Gostaríamos de agradecer a sua compreensão e apoio às nossas atividades editoriais. Anunciamos que terminamos a serialização de “Harapeko Penguin Cafe” e “Tom to Jerry: Nanairo” em nossa revista “Nakayoshi”. A decisão de encerrar a serialização desta obra e o anúncio de hoje se deve ao fato de o coautor da obra, o principal responsável pela história original, ter sido preso e acusado de agressão sexual na primavera e no verão de 2020, e recentemente foi considerado culpado. Em 25 de novembro deste ano, o escritor foi condenado a três anos de prisão, com pena suspensa por cinco anos (com liberdade condicional), sob a acusação de agressão sexual contra menor. Como já foi dito, o próprio réu não recorreu e a sentença foi mantida ”.

“O momento da publicação desta informação foi determinado pela necessidade de estarmos atentos aos sentimentos das vítimas e de ter em conta o andamento do processo penal. A partir de hoje, decidimos romper o contrato com o autor, encerrar a série, remover os livros físicos das lojas e parar de enviá-los indefinidamente e remover a versão do e-book. Lamentamos informar o autor de uma série de artigos da revista, destinados a alunos do ensino fundamental e médio. Acreditamos que este é um ato desprezível e malicioso que não pode ser tolerado. Queremos pedir desculpas às vítimas, seus pais e todos os envolvidos, bem como aos nossos leitores. Nossas mais sinceras desculpas .”

Conforme mencionado no depoimento, o caso recai sobre o escritor do grupo Kyarakyara Macchiato, que se encarregou das obras de Tom to Jerry: Nanairo e Harapeko Penguin Cafe (a pessoa em questão era apenas responsável pela história, a arte era por parte de outra pessoa). Assim, ao perder seu redator, o responsável pela arte emitiu seu próprio comunicado anunciando a suspensão indefinida de suas atividades:

“Quero pedir desculpas a todos aqueles que sempre nos apoiaram e anunciar com pesar que não posso continuar nossas atividades como Kyarakyara Macchiato por vários motivos. Fiz tudo o que pude para ajudar, mas não foi o suficiente. Como resultado, muitas das minhas séries de revistas e outros trabalhos serão interrompidos. Pedimos desculpas pela rapidez deste anúncio. Esperávamos anunciá-lo um pouco mais cedo, mas fomos solicitados a esperar um pouco mais, então é hoje. Não acho que vou mostrar meu trabalho aqui como Kyarakyara Macchiato no futuro. Gostaria de agradecer a todos que me deram suas amáveis ​​palavras e me disseram o quanto gostam de minhas ilustrações e personagens. Suas palavras sempre me incentivaram a continuar. Eu realmente não acho que poderia ter continuado a pintar se não fosse pelas pessoas que me apoiaram. (…) Trabalhamos como Kyarakyara Macchiato há cerca de 15 anos. Muito obrigado por todo seu apoio, isso significa muito para nós.”

Fonte:Aqui!

SUA OPINIÃO É IMPORTANTE. COMENTE AQUI!
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião
deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.