Partido Comunista do Japão expõe seus interesses em regulamentar a indústria de mangá e anime "A pornografia infantil é o pior tipo de 'mercantilização sexual'"

Ana
(Supervisora da redação)
@anapnf
Japão
©Japão

Uma atualização feita no site oficial do Partido Comunista do Japão foi compartilhada em um fórum de comentários popular, revelando que pretendem aumentar a regularização na indústria de mangá e anime no país. O fragmento compartilhado expressa:

A pornografia infantil é o pior tipo de ‘mercantilização sexual’. Solicitamos que a definição de pornografia infantil na Lei de Proibição da Pornografia Infantil (aprovada em 1999, emendada em 2004 e 2014) seja alterada para ‘representações de abuso sexual infantil e exploração sexual’ e que a intenção legislativa seja esclarecida e mais eficaz na proteção de todas as crianças das graves violações dos direitos humanos que o abuso e a exploração sexual acarretam.”

Embora a lei atual não regule a chamada ‘pornografia infantil inexistente’, como mangá, anime e jogos, o Japão foi nomeado internacionalmente como um dos principais produtores de mangá, anime, infográficos, vídeos e jogos online retratando pornografia infantil extremamente violenta, e foi recomendado pelo Relator Especial do Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas e outros (2016) para tomar medidas mais aprofundadas para regulamentá-los adequadamente.”

“A chamada ‘pornografia infantil inexistente’ pode prejudicar a dignidade das crianças ao difundir a falsa noção social de que não há problema em usar as crianças como objetos e meios para o desejo sexual e a violência, mesmo que ninguém os prejudique crianças reais ou vivas. Trabalharemos em conjunto com uma ampla gama de partes interessadas para construir um consenso social que não permita que crianças sejam submetidas a abuso e exploração sexual, ao mesmo tempo que protegemos o direito à liberdade de expressão e à privacidade.”

A atualização inspirou feedback de fãs da indústria em fóruns no Japão, como os seguintes:

  • “Parece que o Partido Comunista Japonês (JCP) decidiu ‘restringir o discurso’”.
  • “Mesmo se você criticar a China superficialmente, estará fazendo o que a China está fazendo.”
  • “Um Partido Comunista inexistente pode prejudicar a dignidade das pessoas ao espalhar a falsa ideia social de que é bom controlar a população, mesmo que não afete pessoas reais e vivas. Portanto, de acordo com essa lógica, podemos controlar o Partido Comunista.”
  • “Restrições à liberdade de expressão são sua especialidade.”
  • “O Partido Comunista tem uma tendência natural para restringir a expressão, então não é surpreendente. Na verdade, eles fazem isso o tempo todo no país vizinho. É uma maravilha que eles não tenham feito isso aqui ainda. É óbvio que o mundo seria um lugar pior com tal partido no poder.”
  • “É o tipo de coisa que dá vontade de dizer: ‘Você achou que se retirasse as áreas para fumantes, elas parariam de fumar?”

Ressalte-se que atualmente o Partido Comunista do Japão ocupa doze cadeiras na Câmara dos Representantes e treze na Câmara dos Vereadores, representando 2,58% e 5,30% de ambas as casas, respectivamente.

Fonte:Aqui!

SUA OPINIÃO É IMPORTANTE. COMENTE AQUI!
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião
deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Noba
Noba
1 mês atrás

Está certíssimo em restringir mesmo