Rurouni Kenshin: Nobuhiro Watsuki faz importante anúncio sobre a obra Criador da franquia revela que desenhará um novo arco do mangá

Yorran Barone
Rurouni Kenshin
©Studio Gallop / Studio Deen

A última edição da Jump SQ trouxe uma revelação bombástica sobre o futuro de Rurouni Kenshin. Na revista pertencente a editora Shueisha, o criador da franquia, Nobuhiro Watsuki, revelou que desenhará um novo arco do mangá, com lançamento previsto para a primavera (abril-julho) de 2017. Até o momento, a única informação divulgada é que a trama ocorrerá em Hokkaido.

Rurouni Kenshin
©Jump Square

Nesta maganize ainda houve a publicação do segundo capítulo de Rurouni Kenshin Ibun: Ashitarō Zenka Ari, recém-lançado spin-off  baseado na obra. Inclusive, há um indicativo de que a próxima saga seja uma continuação desta produção. Isso porque, o título da parte final traz consigo a expressão “Hokkaido Arc Prologue” (Prólogo do Arco Hokkaido).

A história apresentou personagens inéditos e é protagonizada por Ashitarō Hasegawa. A trama inicia com sua saída da prisão de Tokyo. Neste recomeço, ele encontra Aran Inoue, um menino de sua idade, além de outra misteriosa garota, que estava a espera de sua libertação. O spin-off foi lançado em comemoração ao nono aniversário da Jump Square, com produção de Watsuki e sua esposa, Kaoru Kurosaki

OBRA

O mangá de Rurouni Kenshin teve início em 1994, sendo publicado pela Weekly Shonen Jump, revista da editora Shueisha. Por conta do sucesso, a produção de Nobuhiro Watsuki recebeu a adaptação para outras mídias, como a série animada para a televisão, que totalizou 95 episódios

Rurouni Kenshin
©Weekly Shonen Jump

No Brasil, alguns canais, como a Rede Globo e o Cartoon Network, também o transmitiram. Na ocasião, o público passou a conhecer a trama protagonizada por Kenshin Himura, através de outro nome: Samurai X.

Além disso, os fãs foram contemplados com um filme, três live-action, OVAs, games e um musical de palco, desenvolvido por Takarazuka Revue. Anteriormente, a obra já havia ganho outros dois spin-offs: A Sakabatou de Yahiko (2000) e Honō wo Suberu – Rurouni Kenshin: Uramaku (2014), com destaque para o encontro entre Shishio Makoto e Yumi Komagata. Destaque ainda para Rurouni Kenshin: Tokuhitsuban, lançado em 2012.

 

FONTE: Aqui!

SUA OPINIÃO É IMPORTANTE. COMENTE AQUI!
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião
deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
3 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Joelson Barreira
Joelson Barreira
4 anos atrás

Bem que eles podiam fazer o remake do anime e colocando neste remake a saga do Enishi.

Roney Coella De Souza
Roney Coella De Souza
4 anos atrás

Eu considero que uma reconstrução da versão animada é desnecessária, ela já possui um alto nível de qualidade. É mais pratico continuar a história usando a numeração regular.

Guilherme Rogozinski
Guilherme Rogozinski
4 anos atrás

Que ótima notícia muito ansioso pela volta dessa obra.