Primeiras Impressões: Goblin Slayer

Vitor Nascimento
(Redator de Notícias)
@ifusic

Goblin Slayer

Título: GoblinSlayer
Gênero: Ação, Fantasia. 
Estúdio: White Fox.
Baseado em: Light Novel.
Diretor: Ozaki, Takaharu.
Data de Estreia: Em exibição.

Parte Técnica

A animação do anime não é muito complexa ou detalhada, mas isso não tira a qualidade que foi apresentada. A arte utilizada lembra a de Isekais comuns com a protagonista trazendo leveza e fofura em seu design, enquanto o personagem masculino trazendo uma dureza e robustês com sua armadura e falta de rosto. A violência não é poupada por ser o primeiro episódio, e se você está pensando que esse será um anime leve é bom rever os seus conceitos.

Sobre o Enredo

O anime é rápido. Não perde tempo desenvolvendo os personagens ou o mundo. Tudo que ele entrega é que a protagonista feminina que é uma sacerdotisa, e que você está num mundo de RPG. Um grupo a convida e pronto; temos nossa primeira missão. Para aqueles acostumados com RPG a missão parece bem simples; matar goblins. Ninguém poderia imaginar que uma criatura de nível tão baixo poderia ser um inimigo tão devastador para um grupo iniciante. Se você acreditou que esse seria um mundo de aventura bobinho, você se enganou. Essa é uma história dark e pesada e o anime não se poupou; no primeiro episódio temos muitas mortes e até cenas de estupro que chocam aqueles que não esperavam por isso.

Expectativas

O primeiro episódio quebra a ideia de aventuras infantis e clichês dos quais o público está acostumado. Embora o design da garota seja bonitinho e fofinho, o design do Goblin Slayer junto à história mostra que fofura não é o que você deve esperar desse anime. Esse era um anime muito esperado e depois desse episódio a vontade de continuar o assistindo só aumentou.

Goblin Slayer está em simulcast pelo serviço de streaming Crunchyroll.

 

Nota: 5/5 – Ótimas expectativas.

 

SUA OPINIÃO É IMPORTANTE. COMENTE AQUI!
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião
deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.