Primeiras Impressões: Cardcaptor Sakura: Clear Card-hen Nostalgia é pouco, para dizermos juntos: liberte-se!

Dalton Silveira
(Fundador & CEO)
@odaltonsilveira
©Madhouse/CLAMP

Cardcaptor Sakura: Clear Card-hen – Ficha Técnica 

Gênero: Aventura, Comédia, Fantasia, Mahou Shoujo, Romance
Estúdio: Madhouse
Baseado em: Mangá
Diretor: Morio Asaka
Data de estreia: 07/01/2018

Parte Técnica

Meu Deus! Como eu queria escrever essas primeiras impressões de um novo anime de Sakura. Para iniciarmos, é importante ressaltar que essa animação faz parte do projeto de vinte anos de Cardcaptor Sakura. Está sendo produzido pela Madhouse (CCS, Chobits, Death Note, HOT), com a direção de Morio Asaka (CCS, Chihayafuru, NANA, Chobits), diretor original da série anterior e mestre na arte de encantar. Tudo isso combinado com o roteiro de Nanase Okawa, que, por acaso, é a roteirista de todos os mangás do CLAMP, ou seja, autora original da história. Não poderia dar algo diferente de uma obra muito bem-adaptada do recente mangá Cardcaptor Sakura: Clear Hen.

Com relação ao design das personagens, deixaram as ilustrações mais limpas e com cores mais suaves. O CG também se faz presente, mas nada muito exagerado. Sinceramente, quando escutei a OP CLEAR, fui tomado por uma onda de nostalgia e pensei: meu Deus! Até a Mayaa Sakamoto (cantora original das aberturas anteriores) eles mantiveram. Simplesmente uma adaptação perfeita do mangá; tecnicamente falando, parece uma obra para durar mais vinte anos sem ficar datada como a anterior.

Sobre o Enredo

Os eventos desse anime se passam após o mangá Cardcaptor Sakura, ou seja, se trata de uma continuação direta da obra anterior. Podemos ver Sakura, agora, indo para à segunda parte do ensino fundamental (algo como o nosso ginasial)ao lado de seus amigos Tomoyo, e pasmem: Syaoran. Sim! Ele voltou finalmente de Honk Kong e agora, aparentemente, para ficar para sempre ao lado de nossa protagonista. Dessa vez, o evento que irá permear nossa heroína será o mistério das cartas transparentes.

Pois as cartas que eram, originalmente, cartas Sakura (que se alimentavam do poder da Sakura e anteriormente do mago Clow) ficaram completamente transparentes. Também tivemos uma inserção de uma nova chave que vira um novo báculo, e logo no primeiro episódio, apareceu também uma nova carta; que foi devidamente selada. As perguntas que pairam no ar nesse momento são: “De onde vêm essas cartas?”, “Há quantas delas?”, “Quais as aventuras que veremos?” – perguntas como essas só poderemos saber acompanhando aos próximos episódios.

©Madhouse/CLAMP

Expectativas

Depois de assistir ao primeiro episódio, pude constatar um tremendo respeito na adaptação. Nada de enrolação, aliás, para um primeiro episódio, consumiram até muitos capítulos do mangá. Creio que dele em diante o ritmo do anime em relação à obra original diminua um pouco, afinal, será uma primeira temporada com 22 episódios. A menos que ele “inventem” coisas e tornem a produção ligeiramente diferente do material original, o que não é difícil, uma vez que, o anime passado era diferente do mangá.

A produção do mangá deverá agilizar ao passo do anime diminuir, mas isso somente o tempo dirá. Agora, as expectativas são as melhores e mais altas possíveis. Pois teremos mais historias, mais aventuras, mais cartas, mais figures para eu comprar, enfim, só alegria. Em uma palavra: perfeito.

Detalhe: Tem vídeo no canal também sobre Sakura: https://youtu.be/bBpBBM9oWRw 

Nota: 5/5 – Ótimas expectativas

SUA OPINIÃO É IMPORTANTE. COMENTE AQUI!
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião
deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.