Primeiras Impressões – Deep Insanity: The Lost Child Parece a nossa realidade, só que não...

Ana
(Supervisora da redação)
@anapnf
Deep Insanity: The Lost Child
©Deep Insanity: The Lost Child

Ficha Técnica – Deep Insanity: The Lost Child

Gênero: Sci-Fi
Estúdio: SILVER Link.
Origem: Original
Data de estreia: 13 de outubro

Em plena pandemia, porque não um anime sobre uma peste que contamina o mundo todo e que causa um distanciamento social, levantando dúvidas e desesperanças por todo lado? Porém aqui a causa não são os próprios humanos, mas uma misteriosa cratera aberta no Pólo Sul que traz muitos mistérios e mortes. Nesse meio, conhecemos nosso protagonista que quer batalhar dentro da cratera e se tornar um herói, porém este será um caminho árduo, sem esperanças e muito próximo à morte. Apesar de um plot interessante e até relacionado à nossa atualidade, alguns personagens não me convenceram muito e para mim faltou carisma, principalmente no protagonista, que não consegue transmitir seus sentimentos, pelo contrário, parece ser totalmente esvaziado deles.

A animação em 2D é bem fluida e o design agradável, no entanto, ao mostrar um dos monstros, o uso do 3D mais realístico destoa da obra em geral e me causou estranhamento, mas não é algo que possa te fazer desistir de assistir o anime.

Deep Insanity: The Lost Child
©Deep Insanity: The Lost Child

Sinopse: 

Loucura e sono sem despertar, síndrome de Randolph. Esta nova doença está lentamente se aproximando da humanidade, causada pelo enorme mundo subterrâneo Asylum que apareceu na Antártica. Existem criaturas estranhas diferentes da terra e recursos desconhecidos. As pessoas apostam suas vidas nas profundezas do misterioso novo mundo para obter enormes riquezas, parcelas organizacionais ou suas próprias ambições.

E aqui sozinho, um jovem com um desejo em seu coração está tentando desafiar a linha de frente do Asilo.

Deep Insanity: The Lost Child
©Deep Insanity: The Lost Child

Expectativas:

O pouco marketing feito em cima do anime e a história, a principio, bem fraca não deve atrair muita gente para a obra, mesmo tendo um apelo para a nossa atualidade. Este deve ser mais um daqueles animes para preencher a grade de programação e sem destaque na temporada.

Nota: 3,0/5,0

SUA OPINIÃO É IMPORTANTE. COMENTE AQUI!
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião
deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments