Primeiras Impressões: Seiken Gakuin no Makentsukai Um dos melhores animes ecchi da temporada

EcchiSenshi
(Redator)
@EcchiSenshin
Seiken Gakuin no Makentsukai
©Seiken Gakuin no Makentsukai

Ficha Técnica – Seiken Gakuin no Makentsukai

Gênero: Fantasia, Romance, harém
Estúdio: Passione
Origem: Light Novel
Diretor: Hiroyuki Morita
Data de estreia: 01 de Outubro de 2023

A adaptação para anime das light novels escritas por Yuu Shimizue ilustradas por Asagi Toosaka, Seiken Gakuin no Makentsukai (The Demon Sword Master of Excalibur Academy), estreou me deixando um pouco frustrado, não pela história, que é mais uma dentro dos padrões, acompanhando Leonis, um antigo rei demônio que despertou após mil anos de uma hibernação mágica, após ter seu reino totalmente destruído por heróis daquela época.

E vivendo em uma era mais moderna, com armas sagradas e outras mudanças, ele também nota que está agora no corpo de um adolescente, o que o enfraqueceu bastante, e é assim que a aventura começa. Buscando informações para entender o que aconteceu e em que era esta atualmente, Leonis conhece Riselia, uma linda garota que luta contra os Voids, criaturas que estão ameaçando a humanidade.

Tudo que foi contado no primeiro episódio foi isso, mas afim de encontrar respostas, e uma possível ligação com seu passado, Leonis decide se juntar a academia de magia Excalibur e lutar ao lado de Riselia.

O anime tem uma produção excelente que conta com Hiroyuki Morita (GOLDEN BOY: Sasurai no Obenkyou Yarou, Bokurano) na direção do anime nos estúdios Passione. Takayuki Noguchi (Yahari Ore no Seishun Love Come wa Machigatteiru. Zoku, Hige wo Soru. Soshite Joshikousei wo Hirou, Shijou Saikyou no Daimaou, Murabito A ni Tensei suru) se encarrega do design de personagens e da direção de animação. Yuuji Nomi (Nichijou, Sukitte Ii na yo, Omoi, Omoware, Furi, Furare) se encarrega da composição da trilha sonora.

©Seiken Gakuin no Makentsukai (The Demon Sword Master of Excalibur Academy)
©Seiken Gakuin no Makentsukai

Sinopse:

Na história de fantasia, o rei demônio Leonis se trancou por 1.000 anos para se preparar para a batalha final, mas quando ele acordou, ele se viu no corpo de um menino de dez anos. Uma bela jovem chamada Lisellia, da Academia da Espada Sagrada, disse-lhe então: “Por que você foi trancado em tal lugar? Agora está tudo bem, esta irmã mais velha vai cuidar de você! ‘Sob os cuidados de Lisélia, Leonis fica chocada ao ver que o mundo mudou completamente. Perplexo e confuso, Leonis encontra-se inscrito na Academia da Espada Sagrada’”.

©Seiken Gakuin no Makentsukai (The Demon Sword Master of Excalibur Academy)
©Seiken Gakuin no Makentsukai

Expectativas:

Confesso que fiquei um pouco desanimado com um detalhe, a obra original é recheada de cenas ecchi e somado a história que também é boa, por mais que ultimamente tenha sido meio clichê e encontradas em outras obras, mesmo assim eu ainda gostei bastante dela, mas venho acompanhando o mangá desde quando soube que a obra tinha ganhado adaptação, e estava meio curioso para saber como seriam adaptadas todas as cenas ecchi que tem no mangá, o que me deixou mais surpreso é que o Estúdio Passione tem uma reputação interessante e muitos fãs dizem que o estúdio coloca ecchi até onde não tem, como por exemplo o anime da Mieruko-chan.

E por incrível que pareça, o primeiro episódio de Seiken Gakuin no Makentsukai não teve nenhuma cena ecchi e para se ter uma ideia de como a história é legalzinha, sem as cenas ecchi, esta estreia foi muito boa, bastante animada e bem produzida, se você gosta de animes com um universo de mundo de fantasia, da para assistir tranquilo, mas já adianto que mesmo o protagonista sendo um Rei Demômio com vários anos de vida, ele ainda é bem inocente mesmo que overpower.

Confesso que eu vou assistir os próximos episódios mas já com a expectativa baixa, até por que eu queria assistir mais pelas cenas ecchi, mas mesmo sem elas, ainda dá para curtir bem o anime.

Nota: 3,5/5,0


ESCUTE no SPOTIFY
SUA OPINIÃO É IMPORTANTE. COMENTE AQUI!
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião
deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.