Primeiras Impressões: Tsuki ga Michibiku Isekai Douchuu Novo isekai traz a reflexão de que as aparências físicas dos heróis invocados também são requisitos obrigatórios

dflobo
Tsuki ga Michibiku Isekai Douchuu
©C2C / Tsuki ga Michibiku Isekai Douchuu

Ficha Técnica – Tsuki ga Michibiku Isekai Douchuu

Gênero: Aventura, Fantasia
Estúdio: C2C
Baseado em: 
Light Novel
Diretor: Ishihira Shinji
Data de estreia:  07/07/2021

O anime começa modesto, fazendo a introdução do protagonista Misumi Makoto e nos dando uma breve visão sobre sua vida no mundo moderno e como de maneira aleatória ele é invocado para um novo mundo de onde a história passa a se desenvolver. Aqui o nosso protagonista se encontra com um “deus” que passa alguns de seus poderes monstruosos para ele e o informa que a deusa responsável pelo local para onde será enviado é um tanto “difícil” de se lidar. Makoto logo se encontra com a deusa e entende o motivo do aviso. Ela não poupa palavras e o julga sem desvios por sua aparência, chamando-o de feio e comparando com a de seus pais. Logo, ela rejeita sua convocação e o envia para os confins da terra, sugerindo que ele foi um erro e desconsiderando sua presença.

Nada de muito diferente se comparado com outros animes isekai apareceu até aqui. O ponto fora da curva está mesmo na discussão sobre a aparência. Por ser visto como feio, Makoto é praticamente banido e esquecido. Apesar de ele próprio não criar muito caso por conta disso, entramos novamente na discussão sobre como a fisionomia das pessoas é a todo tempo analisada. A sociedade a todo momento julga em várias situações do cotidiano o visual dos cidadãos e muito do menosprezo ou insatisfações ocorrem devido à falta de representatividade e liberdade que cada indivíduo deseja possuir para si mesmo.

Vindo do estúdio C2C responsável pelas animações de Majo no Tabitabi (Wandering Witch: The Journey of Elaina) e Shuumatsu Nani Shitemasu ka? Isogashii Desu ka? Sukutte Moratte Ii Desu ka? (WorldEnd: What do you do at the end of the world? Are you busy? Will you save us?), duas obras que possuem temas com conceitos fortes em suas narrativas, não seria surpresa nenhuma este trilhar a mesma direção.

A animação e os visuais estão bonitos e bem detalhados, a ação diverte nos poucos momentos do episódio, a comédia funciona bem em pontos da história com algumas cenas para tirar um riso do espectador e a história procura ser mais objetiva. Algumas vezes me pareceu que a narrativa não será tratada como o ponto principal do anime, pois em vários momentos tive a sensação de que as explicações ficaram aceleradas. Não chegou a atrapalhar “ainda” essa ideia de ser mais direto, mas teremos de aguardar os próximos episódios e torcer para que nos pontos-chave da história não acabem deixando furos na narrativa.

Tsuki ga Michibiku Isekai Douchuu
C2C / Tsuki ga Michibiku Isekai Douchuu

Sinopse:

A história da fantasia gira em torno de Makoto Misumi, um garoto comum do ensino médio que é enviado a um novo mundo como um bravo guerreiro. Infelizmente, a deusa daquele novo mundo disse-lhe com desdém: “Como você é feio”, tirou-lhe o título e baniu-o para os confins mais remotos do deserto.

Enquanto vagava pela área, Makoto encontrou dragões, aranhas, orcs, anões e todos os tipos de criaturas fantásticas. Devido às diferenças no ambiente de seu mundo natal, Makoto agora exibe extraordinários poderes mágicos e de combate. Assim, ele sobrevive neste mundo enquanto enfrenta várias ameaças. Assim se levanta a cortina sobre a fantasia da reforma social do mundo alternativo, centrada em um jovem abandonado pelos deuses e pelos humanos.

Tsuki ga Michibiku Isekai Douchuu
©C2C / Tsuki ga Michibiku Isekai Douchuu

Expectativas:

A maior impressão deixada após esse episódio é se realmente a forma que o anime está sendo apresentado como um herói sendo menosprezado por conta do visual será mantido como foco primário. Pouco foi visto do tema e até esperava situações de mais debate e discussão sobre o assunto. Isto acabou virando segundo plano e o anime voltou a enfatizar os visuais e a ação. Aguardo para que o anime traga uma profundidade maior sobre essa premissa da aparência de cada um e como isso impacta na vida de cada pessoa.

Nota: 3,25/5,0

SUA OPINIÃO É IMPORTANTE. COMENTE AQUI!
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião
deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

5 1 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments