Primeiras Impressões: Overlord IV A saga chega à quarta temporada e continua de maneira impecável!

Josué Fraga Costa
Madhouse/Overlord IV
© Madhouse/Overlord IV

Ficha Técnica: Overlord IV

Gênero: Ação, Fantasia, Sobrenatural, Isekai
Estúdio: 
Madhouse
Diretor: 
Naoyuki Itou
Origem: 
Light novel
Data de estreia: 
05/07/2022

Eu conheci Overlord via Isekai Quartet, uma animação ao estilo chibi feita pela Kadokawa, empresa que publicou as obras que estão nesta animação, como Konosuba, Tanya the Evil, Re:Zero e Overlod. Assisti pois já conhecia a Konosuba e curti muito, resolvi assistir aos outros animes propostos e também curti, mas Overlord foi o último da lista e me surpreendeu dentre o resto. O tema Isekai já estava um tanto quanto saturado no meio das animações, com títulos a rodo que acabam sendo muito parecidos entre si, com pouquíssimos se destacando por uma coisa ou outra, e um destes foi Overlord que já está na sua quarta temporada, enquanto títulos dos mais variados temas estão a anos sem sequer uma segunda temporada, e que os fãs anseiam muito, estou falando de você No Game, No Life! E o que chama a atenção em Overlord? Uma estória envolta de um jogador de um RPG online que resolve ficar logado no jogo que estava para ser desativado e acorda dentro do mesmo? Me peguei pensando nisto enquanto vendo o primeiro episódio, pois a resposta veio à tona. É simplesmente brilhante, não revolucionário como outras obras por aí na mídia, mas singelo a um ponto muito bom. O jogador Momonga é um sonso assalariado que não possui muitas habilidades e qualificações, enquanto o personagem que ele cria e agora vive, Ainz Ooal Gown, é um mago muito forte e com grande expressão dentro de sua guilda. E ver a sua personalidade conflitando com a de seu personagem é cômica e agradável, mas mostra que ele cresce no contexto em que fora inserido.

Madhouse/Overlord IV
©Madhouse/Overlord IV

Estas dinâmicas seguem a todo o vapor na nova temporada, onde Ainz Ooal Gown se torna o governante de um reino, no qual logo de cara já demonstra esses conflitos entre o personagem e seu alter ego. Ainda no início do episódio, documentos chegam à ele vindos de Albedo e Demiurgo para começar seu reinado neste novo mundo onde Nazarick acabará de ser inserida, e Momonga simplesmente não entende bulhufas dos textos e propostas, ele apresenta algumas destas para a Albedo que ele mesmo colocou, mas a mesma as escracha de maneira absurda, sem saber que são de Momonga. A cena continua com este detalhe de conflito de personalidade até a cena onde finalmente Ainz começa a definir seus primeiros passos agora como rei mago, e sua primeira ação dá o tom do que a nova temporada abordará, já que ele chega na guilda onde ele começou a se infiltrar na primeira temporada e propõe absorver ela para o reino, propondo torna-lá em algo a mais, já que seus subordinados em Nazarick são consideravelmente mais fortes do que qualquer aventureiro naquele mundo, os tornando em aventureiros descobridores do desconhecido, e o chefe da guilda gosta da proposta e aceita de imediato. Ou seja, os próximos episódios muito provavelmente serão uma mistura do reinado de Momonga como Ainz Ooal Gown e novas prospecções neste novo mundo, mostrando algo que também foi um grande chamariz da saga, a evolução bem compassada e visível para nós.

Sinopse: 

A história da franquia se passa no ano de 2138, quando os jogos de realidade virtual estão crescendo. O Yggdrasil, um popular jogo online, é silenciosamente fechado um dia. No entanto, o protagonista Momonga decide não sair. Momonga é então transformado na imagem de um esqueleto como “o mago mais poderoso”. O mundo continua a mudar, com os personagens não-jogadores (NPCs) começando a sentir emoção. Não tendo pais, amigos ou lugar na sociedade, este jovem comum, Momonga, se esforça para dominar o novo mundo em que o jogo se tornou. 

Expectativas:

A animação não teve ainda notáveis alterações, nem nos personagens ou no mundo, nem o estilo da animação sofreu alterações, não era ruim e nem emblemática mas cumpria à proposta de Overlord. Porém o ponto aqui estará no andamento da estória, que honestamente, é algo que me agrada muito, ela não fica parada num tópico por muito tempo e sua evolução não coloca a carroça à frente dos bois, coisas que muitas narrativas ainda melhores que Overlord não conseguiram fazer, e creio que pelo fato de mais uma temporada adicionada, isso prova que a ideia colou bem com os fãs, não somente da saga mas como de outros animes. Se você já está acompanhando a obra desde a primeira temporada, pode continuar acompanhando sem medo de alterações inesperadas, o primeiro episódio da nova temporada é praticamente a continuação do último episódio da terceira, e se você não conhece Overlord ainda, recomendo começar a acompanhar, inclusive as três primeiras temporadas estão dubladas, e por enquanto a nova ainda não ganhou dublagem, mas creio que virá em breve. Fiquei feliz que o anime seguirá ao seu passo da maneira como tem feito desde a primeira temporada e que seus padrões e animação, estória e enredo estão os mesmos que conhecíamos anteriormente.

Madhouse/Overlord IV
©Madhouse/Overlord IV

Notas: 4,5/5

SUA OPINIÃO É IMPORTANTE. COMENTE AQUI!
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião
deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.