Primeiras Impressões: Zom 100: Zombie ni Naru made ni Shitai 100 no Koto A melhor estreia da temporada

EcchiSenshi
(Redator)
@EcchiSenshin
Zom 100: Zombie ni Naru made ni Shitai 100 no Koto
© Zom 100: Zombie ni Naru made ni Shitai 100 no Koto

Ficha Técnica – Zom 100: Zombie ni Naru made ni Shitai 100 no Koto

Gênero: Ação, Horror, Comédia, Sobrenatural, Sobrevivência
Estúdio: BUG FILMS
Origem: Mangá
Data de estreia: 09/07/2023

A Estreia:

Bom, pra começar vamos chamar apenas de Zom 100, para facilitar a digitação. E para falar do anime eu só posso dizer que ele é o melhor novo anime que temos nesta temporada. Zom 100 teve uma estreia perfeita e, na minha opinião, é um dos melhores episódios da temporada que revelou uma explosão de talento em animação e direção de sua equipe! É a primeira série que superou dramaticamente minhas expectativas neste ano. Confesso que muitas temporadas eu acabo assim, adorando assistir animes que até então estava apenas na minha lista de obras medianas que não brilhariam muito. E quando um anime me surpreende tanto assim a primeira coisa que faço depois de assistir é verificar a lista de pessoas trabalhando por trás da mesma, e também rodo as redes sociais para ver se eu fui o único que gostou e por incrível que pareça, muitos em todas as redes sociais estão adorando também. é claro que também ainda há muitos que apenas acham que o mesmo é um simples anime mediano. Onde você leitor está, entre aqueles que já são fãs da obra e da equipe que está animando a história ou no meio daqueles que ainda acham que é só mais um anime mediano? Deixe o seu comentário em nossas redes sociais e vamos começar a falar mais sobre Zom 100.

O mangá é escrito e ilustrado por Haro Aso e Koutarou Takata que começaram a publicar a obra através da revista Monthly Sunday Gene-X da Shogakukan em outubro de 2018. A editora publicou o décimo segundo volume do livro compilado em 17 de novembro. Vale lembrar que o mangá também está inspirando um filme live-action que será lançado mundialmente na plataforma Netflix ainda este ano.

Zom 100: Zombie ni Naru made ni Shitai 100 no Koto
© Zom 100: Zombie ni Naru made ni Shitai 100 no Koto

Kazuki Kawagoe (Komi-san wa, Komyushou desu., Ikebukuro West Gate Park) está dirigindo o anime nos estúdios BUG FILMS, com a assistência de Hanako Ueda. Kawagoe sempre foi um ótimo diretor, e tem a excelente capacidade de comandar bons times e fazer deles os melhores times de animação, ou seja ele consegue sempre extrair o melhor possível do talento de sua equipe, consequentemente, criando cenas bem animadas e muito fortes, talvez isso se deve ao detalhe interessante que o diretor Kawagoe é discípulo de Ayumu Watanabe e do escritor Hiroshi Seko, alguns dos melhores da indústria, o próprio Hiroshi Seko (Jujutsu Kaisen, Shingeki no Kyojin: The Final Season, Darling in the Franxx) está escrevendo e supervisionando os roteiros. Kii Tanaka (Kumo desu ga, Nani ka?, Absolute Duo, Hitoribocchi no Marumaru Seikatsu) está desenhando os personagens, enquanto Junpei Fukuchi está desenhando os zumbis. Makoto Miyazaki (One Punch Man, SPY × FAMILY, Fairy Gone) está compondo a trilha sonora. Uma equipe excelente que ao meu ver está trabalhando perfeitamente, todos os aspectos de sua staff são fortes: diretores, animadores, roteiristas, música. Tudo é simplesmente eficaz em todas as competências!

Zom 100: Zombie ni Naru made ni Shitai 100 no Koto
© Zom 100: Zombie ni Naru made ni Shitai 100 no Koto

A história:

E se sua vida fosse tão miserável que um apocalipse zumbi fosse a melhor coisa que já aconteceu com você?

A premissa central aqui é refrescantemente direta, é assim que é para o nosso protagonista Tendou Akira, que passa três anos em um emprego na mais negra das empresas exploratórias japonesas, onde ele trabalha feito um escravo desde o primeiro “dia”, que na verdade, ele trabalha dois dias seguidos sem ir para casa. O engraçado é que no meio do episódio vemos um funcionário falar que tem centenas de horas extras que não são registradas todos os meses, seu supervisor é um gorila sociopata e o CEO está fazendo sexo com a colega de trabalho por quem Tendou se apaixona.

A representação da empresa negra e exploratória aqui é brutal e impiedosa, o bom que isso funcionou demais, todos nós no meio do episódio já ficamos torcendo para que os zumbis apareçam e já mate metade naquele escritório e embora não seja um estúdio de animação, é difícil não estabelecer a conexão, até por que como falamos muito sobre animes e temos o conhecimento de que lá no Japão, esta indústria é extremamente exploratória. O fato é que empresas assim como essa existem no Japão em todos os setores e são muito mais comuns do que você imagina. Aí você pode perguntar, “Mas por que você simplesmente não desiste?”, a resposta é simples, para um japonês jovem, desistir não é uma opção, a pressão social, a culpa e o jovem  estaria entrando efetivamente na lista negra se deixar um emprego aos 24 anos, idade que Tendou-san tem. Então você apenas trabalha até morrer de estresse e exaustão ou resolver o problema com suas próprias mãos cometendo suicídio e sim, isso é uma vergonha nacional, porém é muito tolerado nos dias de hoje lá no Oriente.

O interessante que todos estes pontos que eu descrevi são citados no anime, o que nos faz gostar muito de ver o apocalipse zumbi “salvar a vida do nosso protagonista”.

Zom 100: Zombie ni Naru made ni Shitai 100 no Koto
© Zom 100: Zombie ni Naru made ni Shitai 100 no Koto

Sinopse:

Em um apartamento cheio de lixo, Akira Tendou, de 24 anos, assiste a um filme de zumbi com olhos invejosos e sem vida. Depois de passar três anos difíceis em uma fábrica no Japão, seu espírito está quebrado. Ele não tem coragem nem de confessar seus sentimentos para Ohtori, sua linda colega de trabalho. Então, uma manhã, ele encontra o caseiro almoçando – que acaba sendo um zumbi! A cidade inteira está infestada de zumbis e, mesmo correndo para salvar sua vida, Akira nunca se sentiu tão vivo.

Zom 100: Zombie ni Naru made ni Shitai 100 no Koto
© Zom 100: Zombie ni Naru made ni Shitai 100 no Koto

Expectativas:

Certamente já vimos comédias de zumbis antes, animes como High School of the Dead que foi o verdadeiro pioneiro, é o anime que me fez desejar muito uma continuação, mesmo sabendo que seria quase impossível ter, temos também Zombieland Saga, que foi promissor, mas cujo o interesse foi perdido por mim e este eu acabei não assistindo. Mas o Zom 100 parece novo, divertido e inteligente. A pura miséria visceral daqueles primeiros 15 minutos é crucial para preparar o cenário, para fazer o fã poder entender o porque de Tendou, que está ativamente pensando em suicídio, dar as boas-vindas a um apocalipse zumbi.

O bom que o episódio terminou dando um bom gatinho para esperarmos ansiosamente pelo próximo, da semana que vem, antes de finalizar queria destacar um fato, a única desvantagem para Akira é que sua paixão que também trabalhava no mesmo escritório, Ohtori-san, já havia mudado quando ele chega à casa dela para resgatá-la e o cretino do CEO também está lá, a cena da demissão dele, foi uma das que eu mais ri. O fato é que, por mais horrível que fosse sua vida, um cara teria que ser um pouco perturbado para receber um apocalipse zumbi de braços abertos, o que convida à intrigante possibilidade de que seu pesadelo de três anos o tenha deixado louco.

E é está loucura que eu quero conhecer um pouco mais na semana que vem, fora que pela capa da obra  e pelos trailers, é fácil perceber que outro amor está vindo por aí, o que me dá mais expectativas, mas me diz, você gostou do anime e do meu texto? Tem alguma crítica ou outro ponto que também queira acrescentar? Se sim,deixe seu comentário aqui no site ou em nossas redes sociais, que eu terei o maior prazer em responder.

Até mais pessoal!

Nota: 5,0/5,0


ESCUTE no SPOTIFY
SUA OPINIÃO É IMPORTANTE. COMENTE AQUI!
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião
deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.