10 Curiosidades sobre Kaifuku Jutsushi no Yarinaoshi (Redo of Healer) Vamos agora fazer uma lista com alguns fatos não muito conhecidos sobre esse anime que já chegou causando muito

Bolinhodearroz
Kaifuku Jutsushi no Yarinaoshi
©TNK / Kaifuku Jutsushi no Yarinaoshi

Aparentemente alguns animes são concebidos apenas com o intuito supremo de causar, trabalhando e explicitando temas que, com toda a certeza, serão cancelados no Twitter. Kaifuku Jutsushi no Yarinaoshi (Redo of Healer ou, como também é conhecido no Japão: Kaiyari) não é uma exceção e prometia atiçar adoradores e haters desde seu anuncio – e, agora que já estreou, as críticas se acentuaram muito mais-, ou seja, Kaifuku é uma série de anime que foi criada para gerar polêmica e não adianta tentar questionar ou “boicotar”.

Animes como esse são audaciosos e se comprometem, exclusivamente, ao choque e a atrair um público que busca a violência, o fetiche e, em grande parte dos casos, pela curiosidade. Nesse caso vemos uma história que se iniciou com algo que tinha tudo para seguir uma linha interessante e criativa, até que, logo em seguida, se entregaram para a insanidade.

Aproveitando essa onda de Kaifuku, vamos trazer agora 10 fatos curiosos sobre a série para vocês:

1- A produção do anime emitiu um aviso antes de sua estreia!

Kaifuku Jutsushi no Yarinaoshi
©TNK / Kaifuku Jutsushi no Yarinaoshi

A conta oficial do Twitter de Kaifuku Jutsushi no Yarinaoshi fez um post com um aviso de conteúdo sobre o anime pouco antes da estreia e que, em tradução livre, dizia o seguinte:

“Esse programa é uma ficção e não possui relação nenhuma com qualquer pessoa, lugar ou organização existente. Além disso, o conteúdo não foi feito para endossar nenhuma forma especifica de pensamento ou crença. O trabalho também inclui violência extrema. Crianças e jovens são desaconselhados a assistir”.

Obviamente eles já sabiam e estavam preparados para o que estaria por vir, então não podemos dizer que eles nunca avisaram.

2- Algumas das vozes principais do cast já fizeram outros animes famosos

Kaifuku Jutsushi no Yarinaoshi
©TNK / Kaifuku Jutsushi no Yarinaoshi

Ao passarmos por tantas produções durante os anos, tornou-se muito frequente relacionarmos as vozes dos novos animes com seus trabalhos anteriores, até porque é bem comum essa versatilidade de dubladores que passam por diversos personagens ao longo de suas carreiras.

E em Kaifuku isso não é diferente, tanto que alguns de seu elenco até fizeram obras famosas, como:

  • Shibuya Ayano, a voz da Flare Arlgrande, que já participou da quarta temporada de Boku no Hero Academia (Bibimi Kenranzaki) e de Pokemon Sun & Moon (Hoshi);
  • Ishigami Shizuka, a voz de Setsuna, que participou de Darling in the FranXX (Ikuno), de Dr. Stone (Garnet), de Fate/Apocrypha (Celenike), de Goblin Slayer (Butouka), da segunda e terceira temporada de Overlord (Tia), de Re:Zero (Dain), de Shokugeki no Souma (Ikumi Mito), de Vinland Saga (Thorfinn), de Yakusoku no Neverland (Nat), entre outros;
  • Aikawa Natsuki, a voz de Kureha, que já fez Ao no Exorcist (Chika Minami), Berserk (Collette) e até Shingeki no Kyojin (Petra);
  • Tsuda Minami, a voz de Norn Clatalissa, que já participou de 3D Kanojo: Real Girl (Arisa Ishino), Black Clover (Sally), da primeira temporada de Fruits Basket (Kana Souma), de Guilty Crown (Ritsu Takarada), de High School DxD (Siris), de Inu x Boku SS (Kotarou), de Pokemon Best Whishes! (Erina e Monocchi), etc.;
  • E, por fim, Takamori Natsum, como voz de Eve, que também já fez parte de Acchi Kocchi (Saki), de Another (Mei), de quatro filmes do Code Gueass (Sarah Danes), de Deadman Wonderland (Hibana), de Fortune Arterial: Akai Yakusoku (Kouhei), de High School DxD (Souna Sitri), de Psycho Pass (Komissa-chan), entre outros.

3- O nome do protagonista possui mais significado do que pensamos

Kaifuku Jutsushi no Yarinaoshi
©TNK / Kaifuku Jutsushi no Yarinaoshi

Os três nomes usados pela figura principal do anime, Keyaru, são similares às magias de cura da franquia de jogos Final Fantasy, que são: Cure (Keyaru, ケヤル), Curaga (Keyaruga, seu nome falso, ケヤルガ) e Cura (Keyarura, o nome feminino que ele usou para se disfarçar, ケヤルラ). Enquanto isso, a Flare Arlgrande possui um nome que é associado a uma magia ofensiva do jogo, mas que também faz referência a uma deusa da mitologia nórdica (Freya).

4- A série de anime não foi muito bem avaliada pela crítica também

Kaifuku Jutsushi no Yarinaoshi
©TNK / Kaifuku Jutsushi no Yarinaoshi

No espaço para avaliações da Winter 2021 Preview Guide no site Anime News Network a série foi bastante criticada, principalmente pelo “estupro por vingança” que é recorrente na história, com avaliações definindo até como medíocre o trabalho da escrita, produção e direção do anime, além de trechos extremamente críticos como: “Além de ser ativamente desagradável de assistir, Redo of Healer se posiciona como uma história que se baseia inteiramente em dar ao seu protagonista uma base moral elevada, a fim de justificar seu horror geral”.

Outra coisa foram os revisores também criticando o anime pelo seu cenário ter sido inspirado em um jogo de RPG “genérico” de fantasia e similar a outros isekais existentes.

5- A cantora responsável pela opening viu a letra como um desafio

Minami Kuribayashi
©Minami Kuribayashi

Minami Kuribayashi (também responsável pela OP de High School DxD Hero e pelas endings de School Days e Youkoso Jitsuryoku Shijou Shugi no Kyoushitsu e) forneceu uma entrevista onde revelava que a música tema de Kaifuku foi muito diferente do que estava acostumada. Kuribayashi disse que vem cantando músicas de anime por bastante tempo e que ao pegar essa nova ela havia ficado muito feliz, até que leu o original e todo o cenário da letra e percebeu que ali não havia “salvação”. Ela também afirmou que é a primeira vez que se envolve com um trabalho cujo conteúdo possui uma intensa especialização em vingança, porém assim poderia experimentar novas expressões e pensar no tipo de música que deveria fazer.

Ela também disse que é a primeira obra que recebe que não possui, pelo menos, uma pequena centelha de luz em meio à escuridão na música, segundo ela “Não há esperança para este ‘sonho e sono cruel’” (uma referência ao nome da música tema que é “Cruel Dreams and Sleep”).

6- Programa de rádio web

Kaifuku Jutsushi no Yarinaoshi
©Rui Tsukiyo / Kaifuku Jutsushi no Yarinaoshi

O anime possui um programa de rádio web com os interpretes de Keyaru e Flare (Yuya Hozumi e Ayano Shibuya) que vai ao ar na estação de rádio pela internet intitulada de Otoizumi todas as sextas-feiras desde o dia 15 de janeiro desse ano de 2021.

7- O sucesso da light novel

Kaifuku Jutsushi no Yarinaoshi
©Rui Tsukiyo / Kaifuku Jutsushi no Yarinaoshi

A light novel escrita por Rui Tsukiyo e ilustrada por Shiokonbu foi serializada em dezembro de 2016 pelo site de publicação de romances “Shōsetsuka ni Narō”, até que foi adquirido pela Kadokawa Sneaker Bunko em junho de 2017. A informação mais recente (janeiro de 2021) é que circulação cumulativa da série de light novel já ultrapassou cerca de 1,7 milhões de cópias. Outro fato é que, após sua publicação na Shōsetsuka ni Narō, a novel ganhou o primeiro lugar nos rankings tanto diário, quanto semanal e mensal, porém a obra foi excluída em dezembro de 2019 pelo próprio autor que encontrou dificuldades em fazer modificações individuais no conteúdo adulto da história.

8- O anime possui três versões diferentes

Kaifuku Jutsushi no Yarinaoshi
©TNK / Kaifuku Jutsushi no Yarinaoshi

Como bem sabemos, Kaifuku Jutsushi Yarinaoshi chega aqui para nós em duas versões diferentes: com e sem censura. No entanto, durante umas pesquisas, é possível encontrar em sua página de Wikipedia em inglês que, na verdade, o anime é dividido em três versões diferentes: a de transmissão censurada, a chamada de “Redo” que é exclusiva para streaming e uma versão sem censura intitulada de “Recuperação completa” (em tradução livre). Em resumo, as emissoras japonesas que exibem o anime (Tokyo MX, KBS, AT-X, SUN e a BS11), veiculam a versão de transmissão censurada no horário padrão japonês de 23:30h, mas também vai ao ar, na AT-X, a versão de “Recuperação completa” às 4h da manhã.

9- Existe uma diferença considerável entre light novel, mangá e anime

Kaifuku Jutsushi no Yarinaoshi
©Rui Tsukiyo / Kaifuku Jutsushi no Yarinaoshi

Como quase sempre acontece em histórias que são adaptadas em três (ou até mais) mídias diferentes, existe algumas diferenças importantes em cada uma. Com Kaifuku é possível ver que na light novel algumas coisas são explicadas muito melhor do que no mangá, além de que o personagem principal (Keyaru) não é retratado tão “apelão” na novel como aparece nos quadrinhos, por conta de suas limitações destacadas na obra original. Outra coisa é a diferença vista por quem acompanha o mangá e percebeu no anime: na série de animação, até agora, eles remexeram e omitiram alguns fatos da história de Keyaru antes de sua missão por vingança e resumiram suas motivações a: “ele foi abusado, fez uma coisa completamente do nada e por isso saiu em busca de uma onda de violência e vingança”. Embora ambas as obras (mangá e anime) sejam quase semelhantes em seu ritmo, os quadrinhos possuem um melhor trabalho na caracterização do personagem em que os leitores conseguem entender melhor porque ele é tão desprezível e habilidoso (isso lembrando que ainda possui uma diferença ainda maior para a light novel).

10 – Apesar das críticas, o anime é um dos mais assistidos

Kaifuku Jutsushi no Yarinaoshi
©TNK / Kaifuku Jutsushi no Yarinaoshi

Recentemente o Twitter oficial da série de anime anunciou, antes de lançar seu terceiro episódio, que Kaifuku está liderando o ranking em primeiro lugar na AT-X por duas semanas seguidas. Dessa forma, podemos concluir que, mesmo que seja um anime bastante criticado pelas pessoas, a curiosidade e o interesse dos espectadores se sobressai muito mais.

Agora comentem aí embaixo o que estão achando do anime e sobre essas curiosidades que acabamos de listar aqui. Esperavam que esse anime fosse fazer tanto sucesso assim, mesmo com as diversas criticas?

SUA OPINIÃO É IMPORTANTE. COMENTE AQUI!
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião
deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

5 1 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Caio Santos Trombetti
Caio Santos Trombetti
6 meses atrás

Melhor anime, só a minha opinião.