Bem-vindo à N.H.K. | A história de um fracassado conspiracionista O mangá narra a vida de um jovem que busca uma vida melhor

Welerson Silva
(Redator do Blog)
@welcr_silva
Bem-vindo à N.H.K.
© Bem-vindo à N.H.K./Editora Panini

Bem-vindo à N.H.K. foi um mangá escrito por Tatsuhiko Takimoto e ilustrado por Kenji Oiwa. Ao total, a obra teve 8 volumes e foi licenciada no Brasil pela editora Panini. Conheci este mangá por meio de uma indicação. A história desenvolve-se em cima de um cara chamado Satou, que acreditar viver uma grande conspiração.

O início de Bem-vindo à N.H.K.

Tatsuhiro Satou é um hikikomori, um jovem que decidiu largar a faculdade e viver recluso dentro de sua casa, sem nenhum contato com a sociedade. Sem base acadêmica, emprego ou uma perspectiva de vida, Satou é sustentado pelos pais. No entanto, se vê numa situação de mudança quando os mesmos alertam o garoto que não farão mais isso.

Como se já não fosse o suficiente, o motivo dele ser o que é e acreditar nas coisas que acredita, é o fato de entender a vida e a sociedade como uma grande conspiração. Isso o deixa maluco a tal ponto de necessitar se isolar do mundo e usar drogas que ele compra pela internet.

Bem-vindo à N.H.K
© Bem-vindo à N.H.K./Editora Panini

Ainda por cima, Satou mora ao lado de um vizinho de quarto que odeia. Quase todos os dias e todas as horas ele coloca uma música de anime no último volume. Posteriormente, Satou descobre que seu vizinho é Kaoru Yamazaki, um otaku que conheceu nos tempos de escola.

Constantemente Satou cogita a ideia de tirar sua vida, pensando nas formas mais aleatórias possíveis. Em um determinado dia, enquanto divaga sobre suas questões existenciais, ele recebe uma visita inesperada de uma senhora que aparenta ser religiosa. Juntamente com a mulher, uma jovem garota a acompanhava.

Bem-vindo à N.H.K.
© Bem-vindo à N.H.K./Editora Panini

Misaki Nakahara, a garota misteriosa

Misaki inicialmente é um grande enigma. Após o primeiro “encontro” com Satou, quando se veem mais uma vez, a jovem diz ser uma voluntária de um projeto para ajudar hikikomoris, como Satou. Ela acaba convencendo Satou a assinar um contrato, o qual o obriga a frequentar as reuniões de aconselhamentos.

Caso o acordo seja quebrado, Satou terá que pagar uma multa de um milhão de ienes para Misaki. E esse é o grande ponto desta história. Conhecer de forma mais profunda esta menina misteriosa e também seu projeto. Que tipo de projeto seria esse? Ela realmente poderia ajudar Satou a sair dessa vida de hikikomori?

Bem-vindo à N.H.K.
© Bem-vindo à N.H.K./Editora Panini

Bem-vindo à N.H.K parece ser uma história interessante. Talvez valha a pena dar uma chance para saber o que o futuro dirá sobre a vida de Satou.

Gostou do texto? Deixe um comentário ali abaixo, vamos interagir.

SUA OPINIÃO É IMPORTANTE. COMENTE AQUI!
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião
deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of