Boruto é tão ruim assim como dizem? Existe uma diferença muito grande entre não gostar de algo e esse algo ser ruim. Qual será o caso de Boruto?

Welerson Silva
(Redator do Blog)
@welcr_silva
Boruto
© Boruto/Pierrot

Antes de começarmos a explanar de fato sobre este tema, é preciso traçarmos duas rotas: o anime de Boruto e o mangá de Boruto. Como se sabe, ambos possuem uma independência roteirística, portanto, não se pode aferi-los da mesma forma. Então, pensando nisso, hoje vamos tentar entender os dois universos.

Por muito me questionei se a animação de Boruto realmente era ruim. Eu tenho minha própria opinião a respeito do anime. Eu considero o anime muito fraco em relação ao mangá. No entanto, quando acontece umas adaptações esporádicas no anime, ele fica interessante. Pena que poucas vezes isso acontece.

Particularmente, minha preferência é o mangá. A trama é mais imersiva e os eventos atuais são mais importantes. Se você está lendo isso e pensa em começar Boruto, sugiro que dê prioridade para o mangá. Mas existem fatores de grande importância por trás dessas críticas, e são eles que vou tentar elucidar para vocês.

O anime de Boruto talvez não tenha sido produzido para você

Fato que o anime de Boruto surgiu, principalmente, como um produto do capitalismo. Os produtores viram que seria rentável produzir uma continuação direta de Naruto, mesmo não tendo a menor necessidade disto. Mas o fato é que o anime, embora muito criticado, tem sido um sucesso.

Talvez você, que tenha por volta de seus 20+ anos, seja parte desse grupo que acredita que Boruto é ruim, mas o fato é que não se trata exatamente disto, e sim da questão do anime não ter sido feito para você ou pessoas da sua idade. O anime de Boruto foi criado no intuito de atingir um público bem mais jovem.

Boruto
© Boruto/Pierrot

Isso aconteceu a fim de gerar um engajamento desde os mais novos, assim como foi conosco na época do Naruto Clássico. O mesmo acontece com Boruto. O anime não está inteiramente preocupado em saber se a galera que acompanhava a obra original está aprovando os eventos atuais do anime de Boruto.

Talvez esse seja o maior ponto para tentar entender o que acontece com este anime. Não se trata dele ser ruim, apenas não ser focado para o antigo público. Não à toa, ele é um dos animes mais populares do Brasil atualmente. Eu, pelo menos, não consigo associar um anime ruim estando em ascensão no país.

Boruto
© Boruto/Pierrot

O mangá segue um caminho diferente

Claro que nada oficialmente confirmado, mas é notório que os acontecimentos que norteiam a história do mangá de Boruto seguem uma linha mais “madura”. O mangá, ao contrário do anime, parece, sim, ser uma continuação direta de Naruto. O teor e o enredo retrata bem isso.

Um dos motivos que me faz gostar mais do mangá do que do anime é justamente esse. O mangá possui uma melhor linearidade histórica. O anime mais parece uma sequência interminável de fillers que se superam um após outro na categoria da chatice e monotonia.

Claro que alguns episódios ali perdidos se salvam, sobretudo, no geral, é cansativo assistir ao anime de Boruto. Mas é chato não por ser um anime ruim, mas por não ter sido feito diretamente para os fãs. Como fã da franquia, eu acompanho. Esse é um dos motivos principais, como já mencionei.

Boruto
© Boruto/Pierrot

O futuro de Boruto pode ser promissor

Considerando a teoria do engajamento, Boruto tem grandes chances de no futuro ser um anime muito bom, principalmente quando entrar em conformidade com os eventos do mangá (se é que isso irá acontecer um dia). Mas sendo fiel ou com características próprias, o fato é que o início do anime e do mangá são os mesmos.

Logo, uma hora as coisas que são realmente importantes e interessantes nessa história virão à tona. E quando esse momento chegar, muita gente pode mudar de ideia e passar a olhar o anime de Boruto com outros olhos.

Boruto
© Boruto/Pierrot

Gostou do texto? Deixe seu comentário aqui embaixo, vamos interagir.

SUA OPINIÃO É IMPORTANTE. COMENTE AQUI!
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião
deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.