Byousoku 5 Centimeter (5 Centimeters Per Second) O "eu te amo" nunca dito que irá destruir todos os corações

Bolinhodearroz
Byousoku 5 Centimeter
©CoMix Wave Films / Byousoku 5 Centimeter

Recentemente esbarrei no título “Byousoku 5 Centimeter” (5 Centimeters Per Second) em uma lista particular de animes e sabia que tinha um sentimento muito ruim por esse filme, mas não lembrava mais porquê. Então resolvi reassistir e me arrepender amargamente por isso.

Não que o filme seja ruim, muito pelo contrário, ele é lindo e perfeito do início ao fim. O problema é que ele destrói seu coração sem nenhuma piedade e cerimônia. E por isso, vamos agora para uma análise de um filme que eu até recomendo bastante que vejam (por mil motivos), mas vá preparado (a), pois as chances de passar os últimos minutos chorando, é bem alta.

Produzido pelo estúdio CoMix Wave Films no ano de 2007 e pelo mesmo diretor de Your Name, Makoto Shinkai, o filme Byousoku 5 Centimeter é caracterizado por dividir sua história em três partes: Cherry blossom, Cosmonaut e 5 Centimeters per Second. Cada parte irá contar um fragmento do enredo especial que foca no protagonista Takaki Tohno e como ele segue sua vida após se separar de sua melhor amiga de infância Akari Shinohara.

Byousoku 5 Centimeter
©CoMix Wave Films / Byousoku 5 Centimeter

Sendo assim, essas partes em que o filme se divide contam, à sua maneira, cada etapa da vida de Takaki, desde sua adolescência até a vida adulta. Durante o decorrer da história vamos observando todos os relacionamentos que vão se formando em torno do protagonista, mas apenas um se caracteriza como aquele que o marcou para a vida inteira: seu primeiro amor, Akari.

Para não dar muitos spoilers aqui, vamos apenas dizer que acompanhamos sob o ponto de vista de Takaki como a vida pode ser injusta de inúmeras formas e como o arrependimento de não se declarar para a pessoa amada pode causar um enorme vazio e se tornar a sombra que irá sempre obscurecer qualquer tipo de relacionamento futuro.

Byousoku 5 Centimeter é, simplesmente, uma obra prima que todos deveriam conhecer. Esse drama romântico inicia com um encontro entre duas crianças que se tornariam inseparáveis, continua por uma separação cruel, um reencontro divisor de águas e finaliza com a representação de um amor verdadeiro e impossível de acabar.

Byousoku 5 Centimeter
©CoMix Wave Films / Byousoku 5 Centimeter

Apesar de Akari ser, digamos assim, a segunda protagonista, tudo gira em torno de como Takaki segue sua vida após um beijo de amor e das palavras que nunca foram ditas para aquela que ele nunca esqueceria. São inúmeras cenas em que notamos o sofrimento que ele carrega por não conseguir fazer o que seu coração pediu e, por isso, tornou impossível que conseguisse seguir em frente e fosse feliz.

A solidão de Takaki era tão grande que, automaticamente, afastava qualquer garota que se apaixonasse por ele, como acompanhamos na segunda parte. Ele nunca esqueceu Akari, mas continuava agindo todos os dias como se ela ainda fosse uma parte presente e insuperável de sua vida.

Esse é um filme que não precisa mostrar todos os momentos de uma relação para que entendamos quão profundo é o amor daqueles dois jovens, além de nos fazer apegar por um final feliz em que eles se reencontrem e terminem felizes para sempre. Um único encontro e uma única viagem de trem (que durou horas) são o suficiente para nos emocionarmos e entendermos o drama daqueles dois seres interligados por alma e coração, sendo também o momento em que ambos percebem a real e dolorosa distância entre si.

E assim passamos pela primeira parte com um pequeno aperto no coração, observando um romance impossível que poderia (ou não) encontrar seu fatídico final após um lindo e apaixonante reencontro sob a neve e de uma noite calorosa e inesquecível.

Byousoku 5 Centimeter
©CoMix Wave Films / Byousoku 5 Centimeter

Sem detalhar tanto, durante as outras duas partes vamos entendendo (alguns até se identificando) como é tão difícil se despedir da pessoa que amamos por conta de fatores externos que nos são incontroláveis. O que aprendemos é que o arrependimento do “te amo” nunca dito é algo muito grande que pode nos consumir para sempre e nos cegar para qualquer caminho que possamos seguir, como mostrado com a segunda garota apresentada na história, Sumida Kanae, que está completamente apaixonada por Takaki, mas não consegue se declarar por enxergar ele como alguém fora de seu alcance que já possui uma dona para seu coração.

Então, vemos pelo ponto de vista de Sumida um garoto depressivo, distante e fechado para qualquer outro relacionamento, que está sempre buscando uma pessoa, embora a revelação que tenhamos no final da segunda parte explique algo ainda mais triste sobre isso.

Byousoku 5 Centimeter
©CoMix Wave Films / Byousoku 5 Centimeter

Esse filme nos faz seguir ladeira abaixo do sofrimento, do início ao fim, e pelos pensamentos de Takaki vamos compartilhando sua tristeza e se sensibilizando com todos os acontecimentos. Como um amor não superado pode destruir uma pessoa de dentro para fora e fazê-la chegar ao limiar da depressão e da solidão, criando uma barreira para qualquer outra que tente se aproximar. E tudo pode (ou não) te destruir ainda mais com a canção final que segue de fundo nos últimos acontecimentos da história que vocês precisam assistir para entender tudo isso.

E, aproveitando a deixa da trilha sonora, devo realçar aqui quão esplêndida ela é. Seu ritmo se complementa de uma maneira perfeita com todo o clima e história do filme, passando por doces melodias (misturando arranjos de violino e piano) a cada cena importante e profunda e finalizando tudo com uma canção tão viciante e hipnotizante que, à medida que suas lágrimas descem em cada refrão, ela vai penetrando em sua mente de tal maneira que várias vezes se pegará cantarolando ela por aí.

Byousoku 5 Centimeter
©CoMix Wave Films / Byousoku 5 Centimeter

A obra, no geral, é completamente rica em beleza. Começando pela sua trilha sonora (composta por Tenmon), sua história (que apesar de triste ainda é muito bonita em produção e narração) e finalizando com a cereja do bolo que é seu design de animação que te deixa impressionado em todos os cenários que nos apresentam e os detalhes absurdos e extremamente bem feitos. Todo o contexto do longa metragem e as metáforas presentes são propositalmente planejadas para gerar empatia em seus espectadores que irão se prender ao filme e admirar toda a beleza de Byousoku 5 Centimeter, ao mesmo tempo que são consumidos por toda a tristeza.

Com cenas inesquecíveis e uma arte deslumbrante, muito além do que podemos descrever, todos os detalhes desse filme formam uma obra tão emocionante e tão linda aos olhos humanos que, somando-se à agradabilidade de sua trilha sonora, nos encantam do início ao fim e, apesar da história no geral te deixar extremamente triste, terminamos de assistir com a sensação de ter admirado uma obra de arte e nos aprofundarmos completamente nela.

Byousoku 5 Centimeter
©CoMix Wave Films / Byousoku 5 Centimeter

E, para finalizar, deixem nos comentários se já viram o filme antes e o que acharam. E para aqueles que nunca viram, mas já assistiram Your Name, então já sabem que devem dar uma chance para Byousoku 5 Centimeter. Vocês não irão se arrepender (apesar das minhas opiniões controversas de achar tudo lindo e ficar deprimida com a história ao mesmo tempo).

SUA OPINIÃO É IMPORTANTE. COMENTE AQUI!
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião
deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

5 1 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
2 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Brendon
Brendon
2 meses atrás

Esse anime não me jogou na vala, esse anime é a vala. Brincadeiras à parte, é uma obra de arte, porém é um daqueles filmes que você só assiste uma vez na vida (pelo menos, eu não pretendo assistir novamente). Até hoje, sempre que escuto One more time, one more chance a sensação de angústia e tristeza volta batendo com tudo!