A desconstrução da Jornada do Herói nos animes! Entenda o conceito e como as obras japonesas modificam a fórmula de sucesso.

Daniel Orien
(Redator de Blog)
@odanielorien
Naruto
©Naruto/Pierrot

Possivelmente você já ouviu falar sobre a famosa “Jornada do herói”, presente nos filmes, sagas e franquias que mais gostamos. Franquias como: Harry Potter, Star Wars e Senhor dos Anéis, mergulham totalmente nessa fórmula de sucesso. Mas como isso funciona nas obras japonesas?

1 – A criação do conceito:

A Jornada do Herói é um conceito criado pelo escritor e pesquisador: Joseph Campbell após  perceber um padrão e analisar diversas histórias da humanidade, como a dos Mitos Romanos e também, dos filmes escritos até aquela época. Esta análise se transformou em uma técnica de criação de personagem a respeito das transformações em sequência que os personagens da trama passam, até que se transformem em heróis.

2- Os 12 passos:

A análise e os estudos de Campbell resultaram em uma espécie de fórmula, constituída de 12 etapas de um passo a passo, que podem levar ao sucesso a construção de qualquer história.

– Mundo Comum – O mundo normal do herói antes da história começar.
– O Chamado da Aventura – Um problema se apresenta ao herói: um desafio ou a aventura.
– Reticências do Herói ou Recusa do Chamado – O herói recusa ou demora a aceitar o desafio, ou aventura, geralmente porque tem medo.
– Encontro com o mentor ou Ajuda Sobrenatural – O herói encontra um mentor que o faz aceitar o chamado e o informa e treina para sua aventura.
– Cruzamento do Primeiro Portal – O herói abandona o mundo comum para entrar no mundo especial ou mágico.
– Provações, aliados e inimigos – O herói enfrenta testes, encontra aliados e enfrenta inimigos, de forma que aprende as regras do mundo especial.
– Aproximação – O herói tem êxitos durante as provações.
– Provação difícil ou traumática – A maior crise da aventura, de vida ou morte.
– Recompensa – O herói enfrentou a morte, se sobrepõe ao seu medo e agora ganha uma recompensa (o elixir).
– O Caminho de Volta – O herói deve voltar para o mundo comum.
– Ressurreição do Herói – Outro teste no qual o herói enfrenta a morte, e deve usar tudo que foi aprendido.
– Regresso com o Elixir – O herói volta para casa com o “elixir”, e o usa para ajudar todos no mundo comum.

3 – A  utilização da fórmula:

Boku no Hero
©Boku no Hero/Bones

A Jornada do Herói é muito utilizada em roteiros de cinema, seriados e, também, dentro das empresas como ferramenta de motivação e organização de metas para executivos. Um exemplo claro são os roteiros de Guerra nas Estrelas de George Lucas, todos seguem os estágios da Jornada de Campbell.

De acordo com estudiosos, a Jornada do Herói é o caminho que o indivíduo percorre até a conquista de uma meta, é a aceitação de novos desafios e de toda a dificuldade para vencer cada etapa de aprendizagem dentro de cada escolha.

4 – A desconstrução japonesa do conceito:

Naruto
©Naruto/Pierrot

Uma das grandes características e diferenças, entre as obras japonesas e norte-americanas, é a escolha em inverter a maneira de abordar o “conceito do escolhido”. Para explicar como isso ocorre, usaremos Naruto como exemplo. Deixando claro que isso ocorre em muitos outros animes, além do citado.

Ao invés de o personagem principal ser exaltado e levado seriamente como aquele que salvará o povo ou a humanidade, Naruto é tido muitas vezes como irresponsável, cabeça dura, preguiçoso e inconsequente. Com o passar do tempo, é que o personagem demostra evolução e maturidade! Somente nessa situação, nos é apresentado um personagem diferente, heróico e responsável.

Um ponto interessante que deixa tudo isso muito claro, por exemplo, é a história de Shikamaru! O personagem foi criado para mostrar que nem sempre o protagonista precisa ser o mais inteligente e superior aos outros. Naruto, por exemplo, sempre estava a um passo atrás do amigo.

Tudo isso passa pelo conceito japonês de que “nós somos os heróis da nossa própria história!”. E que mesmo com nossos erros e falhas, sempre temos a chance de recomeçar e continuar a jornada da vida!

Gostou do post? Concorda com a minha opinião? Deixe seu comentário.

SUA OPINIÃO É IMPORTANTE. COMENTE AQUI!
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião
deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
13 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Cicada
Cicada
10 meses atrás

Antes mesmo de eu abrir essa página já pensei ” Naruto será o primeiro na ser citado” e de fato eu estava certo kkkkkk

AnimesNepo
10 meses atrás

Adorei o post!
E realmente interessante e diferente o modo de como o pais nipônico consegue entregar um herói
genérico mas ao mesmo tempo original apenas mudando a forma de como sua história é contada ao publico!

AnimesNepo
10 meses atrás

Adorei!
E realmente interessante a forma original mas ao mesmo tempo genérica de como o japão consegue entregar um herói que agrade a todos os gostos apenas mudando um pouco o enredo de sua jornada!

AnimesNepo
10 meses atrás
Reply to  AnimesNepo

Adorei!
E realmente interessante a forma original mas ao mesmo tempo genérica de como o japão consegue entregar um herói que agrade a todos os gostos apenas mudando um pouco o enredo de sua jornada!

Isabella
Isabella
10 meses atrás

muito bom!!!

Rose pinheiro
Rose pinheiro
10 meses atrás

Amei o texto tirou bastante duvidas foi afundo no assunto de alguem.que apenas assiste deu vontade de aprofundar mais valeu amei o artigo

Welerson Silva
Editor
10 meses atrás

Ótimo texto!

Rafael Leal
8 meses atrás

Muito interessante, nunca tinha pensado por esse ângulo nas histórias japonesas, inversão total de valores…