Especial de Fim de Ano: Entrevista com o Dublador Michel di Fiori Uma entrevista com o dono de uma voz bem conhecida no mundo dos animes.

Vitor Nascimento
(Podcaster)
@ifusic
© Michel di Fiori/Masashi Kishimoto/ONE

Fim de ano está na área e nossos especiais começam a partir de hoje. Queria, antecipadamente, desejar um feliz natal a todos e avisar que esse é o primeiro de quatro especiais que estão na lista de espera. Hoje, é uma entrevista com um grande dublador. Michel di Fiori, paulista que já está na área há algum tempo, aceitou responder a algumas perguntinhas e nos mostrar um pouco desse universo da dublagem. Então, vamos às perguntas?!

Entrevista

Antes de qualquer coisa, queria deixar aqui em nome de toda a equipe do site Anime United, um agradecimento especial ao Michel por ter disponibilizado tempo para nos responder e ter concedido a entrevista. Obrigado pela atenção!

Anime United – Não dá para falar sobre quaisquer personagens sem antes conhecer um pouco de sua trajetória pessoal. Como começou sua carreira de dublador? E quais personagens de animes e/ou desenhos você mais gostou de fazer?

Michel – Eu comecei minha carreira como dublador em 2002. Já era ator desde 1998 e como naquela época estavam surgindo muitas informações sobre a dublagem, com matérias em revistas, TV e até na precária internet daquele período, resolvi ir atrás para saber como era. Peguei uma lista telefônica e procurei por números de alguns estúdios. Juntei uma grana e, um pouco depois, comecei a fazer um curso de dublagem.

Quando terminei, fiz estágios, testes e, depois de um tempo, comecei efetivamente a dublar. Em desenhos e animes fiz muitas coisas pequenas, muitas participações. Peguei, por exemplo, a época do Animax, canal exclusivamente de animes. Isso foi lá em 2005, e foi uma época que tinha bastante trabalho. Marcantes ficaram o Neji de Naruto, o Genos de One Punch Man, o Dan de Planeta X e o Porco de Porco, Cabra, Banana, Grilo.

Anime United – Você costuma ter algum tipo de ritual antes de entrar em ação?


Michel – Concentração é importante! Muita coisa acontece de uma vez só. Então acho que isso é o principal. Tento estar concentrado. Fora isso, bebo muita água. Faço muitos trabalhos gritados e com voz “estranha”, e isso machuca um pouco. Mas a água alivia bastante. Aquecimentos vocais também são importantes.

Anime United – Como apareceram o Neji e o Genos para você? Foram testes complicados?!


Michel – O Neji apareceu em um terceiro momento de testes. Quando Naruto chegou para ser dublado, eu fui chamado para fazer teste para o Naruto. Quando cheguei ao estúdio, fui informado que o cliente tinha pedido somente vozes femininas para ele. Assim sendo, fiz teste para o Shikamaru. Que foi feito, no final, pelo Vagner Fagundes. Um mês depois, fui chamado para um novo teste. Dessa vez, era o Kiba. Quem acabou pegando o teste dele foi o Fábio Lucindo. A série começou, passou um tempo, e uns dois meses após, entraram mais alguns personagens. Dessa vez, fui chamado para fazer teste para o Neji. Fiz, para ele, três testes diferentes, em dias diferentes, junto de outros cinco dubladores. Daí minha voz foi aprovada, e passei a dubla-lo.

Já no caso do Genos, o processo foi bem parecido. Porém, para mim, mais curto. Eu fiz a primeira leva de testes do anime, e, logo na primeira leva, fui aprovado como Genos. Os testes seguiram por mais de um mês, algumas vozes demoraram para ser aprovadas. Lembro de ver o Diego Lima, diretor de dublagem, sempre atrás das melhores opções de vozes. Quando soube que faria o Genos, ainda levamos uns meses para começarmos. Tudo em grande sigilo.

Anime United – Alguns dubladores dizem que dublar animação, seja ela de qualquer tipo, é mais complicado de acertar o tempo da fala. Realmente é mais difícil do que dublar conteúdos com pessoas reais mesmo? Ou você tem outro ponto de vista sobre o assunto?!


Michel – Acredito que sim! Pois, as vozes muitas vezes vêm fora de sincronismo labial, fora da boca. Aqui, nós valorizamos este critério e existem palavras que às vezes não se ajustam bem quando traduzidas. Às vezes temos que fazer pausas onde não faríamos. E nos guiamos muito pela expressão do boneco.

Anime United – O Neji foi um personagem interessante no anime de Naruto. Ele começa com toda aquela arrogância e depois de ser derrotado pelo protagonista na prova Chunnin, acaba por assumir outra postura. Para você que está ali interpretando, essa mudança de personalidade influenciou na hora de impor a voz? 


Michel – 
Sempre muda! Eu sempre acho que cada personagem tem sua característica. Eu tenho que contribuir para que ele fique bem feito, porém, é a personagem que pede o que eu preciso fazer. Então sim, sempre influencia.

Anime United – Em One Punch Man, tem uma cena em que Saitama e Genos estão treinando em um campo aberto. E nisso, Genos pede para Saitama lutar de verdade. Nessa hora, vem aquele soco monstruoso que destrói o desfiladeiro somente com a pressão do ar. Na hora dessa cena, deu uma emoção diferente? Como você se sentiu no momento do pavor do Genos?


Michel – 
Gosto de cenas com tensão. Me anima bastante! Me deu adrenalina, pois o Genos é muito sutil. Eu dublava ele com muito cuidado porque o texto não poderia ficar morto, mas, ao mesmo tempo, ele tem poucas emoções por ser um robô. Então as cenas mais intensas dele sempre davam uma adrenalina a mais.

Anime United – A dublagem de One Punch Man é muito elogiada. Confesso que o que mais me chamou atenção foram as gírias brasileiras. Isso foi uma coisa do tradutor responsável ou o diretor de dublagem deu uma liberdade e foi algo improvisado na hora mesmo em cima do texto pelos próprios dubladores? 


Michel – 
Grande parte das adaptações veio de dentro do estúdio. Tivemos uma liberdade criativa grande neste projeto. A tradução veio revisada pelo cliente com coisas que ele NÃO queria mudar, como nomes e golpes, por exemplo. Mas a dublagem tinha uma liberdade. Muitos dizem que ficou parecido com Yu Yu Hakusho. Eu não cheguei a assistir esse anime. O que fazíamos, era aproveitar as deixas do Saitama.

Ele pedia a piada. O Genos era mais sério, então tem poucas piadas, muito pontuais. Mas entre o Diego (Diretor), o Yuri (Saitama) e eu, criamos um vínculo de sugerir ideias um para o outro a fim de deixar a história mais legal. Tínhamos o cuidado de usar piadinhas que não fossem temporais, que não fossem engraçadas somente no ano de exibição, e sim, que fizessem rir mesmo em dez, vinte anos. Nem piadinhas com gírias regionais que outros não entendessem. Acho que deu certo!

Anime United – Você costuma frequentar eventos? Como é seu relacionamento com os fãs?! 


Michel – 
Frequento alguns, quando sou convidado. Tenho contato frequente pela internet e quando estou nestes eventos. Acho bem bacana essa troca que existe entre os profissionais e os fãs!

Anime United – Em poucas palavras, o que a dublagem representa para você como pessoa?! 


Michel – 
Dublagem me possibilita ter todas as profissões reais e imagináveis possíveis em um mesmo dia. Eu posso ser um médico, um professor, um agente federal. Dublagem é um mundo alternativo real!

Então galera, essa foi a nossa entrevista com Michel di Fiori! Gostaram? Lembrando que não é a última. No dia de ano novo, traremos a vocês um papo com ninguém menos que Fábio Lucindo, conhecido por personagens como Ash de Pokémon, Ichigo de Bleach e Kuriri de Dragon Ball. Esperamos que tenham gostado, mais uma vez, um agradecimento especial ao Michel e a vocês por lerem! Feliz natal!

Perguntas por – Breno Santos e Matheus Lima
Agradecimentos Especiais para – Michel di Fiori
Revisão final por – Márcio Vinicius

SUA OPINIÃO É IMPORTANTE. COMENTE AQUI!
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião
deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
José Michell
José Michell
3 anos atrás

Parabéns pela entrevista, sobre dublagem como o site é muito conhecido, gostaria de pedir ajuda a alguém que sabe ou viu a Série: Estrela fascinante Patrine nos anos 90, sabe que a dublagem dela não foi até o final, alguém que conhece a série assistiu ela legendada em português BR? Pode divulgar o lugar onde assistiu?