Sobre a sexualização das personagens nos animes Isso está passando do ponto?

Marcssxx
(Redator do Blog)
@marcosmp00
Nanatsu No Taizai
©Nanatsu No Taizai / A-1 Pictures / Studio DEEN

Acredito que já devem ter imaginado o que eu quero dizer com essa foto e o contexto desse artigo. Afinal, há limite para a sexualização feminina nos animes? Em minha opinião acredito que não há e que poucos estúdios se preocupam com isso, fan-service né.

É difícil escrever sobre isso sem que alguém seja atingido, mas vamos lá. Já estamos acostumados com as personagens femininas dos animes terem grandes bustos e curvas exageradamente acima do normal, o que acaba chamando a atenção do público,infelizmente. A questão hoje é que esta extremamente exagerado e chega a ser desegradável em minha opinião. Como exemplo disso temos Nanatsu No Taizai onde Meliodas assedia descaradamente Elizabeth em quase todos os episódios, isso chega a incomodar não só a mim mas uma comunidade, várias pessoas que assistem anime tanto quanto eu se sentiram incomodadas com isso a ponto de não assistir mais e achando isso uma pena pois a história contada é ótima mas estão estragando com  uma animação horrorosa que nem quero entrar agora e também o assédio descarado.

Kuroko No Basket
©Kuroko No Basket / Production I.G

Não estou julgando quem gosta desse tipo de conteúdo, mas não seria interessante abrir ainda mais as portas da nossa comunidade otaku para pessoas que não gostam desse tipo de conteúdo? Quase em todos os animes isso acontece além de ser algo que não acrescenta em nada a história. Chegamos ao ponto que um Shounen tem mais cenas de personagens do sexo feminino sendo acariciadas do que boas lutas e temas complexos. Com o poder e a influência que os animes tem poderíamos focar esse fan-service para uma inclusão social talvez de sexualidade, personagens fisicamente fora do padrão, não só personagens femininas com um pedaço de pano que chamam de armadura e uma cintura mais fina que papel.

Cyberdimension Neptunia
©Cyberdimension Neptunia / Idea Factory

O que eu estou querendo mostrar aqui é que o fan-service exagerado e até mesmo desrespeitoso pode se tornar algo extremamente desagradável além de afetar uma boa história. Não estou dizendo que deve acabar, pois também temos que lembrar que há um publico que gosta porém os animes, estão na vida de jovens e crianças que podem até mesmo formar seu caráter com base no que assistem e acham que aquilo na TV é normal. Seria extremamente interessante as crianças entenderem que o bonito vem de várias formas diferentes, não algo que deveria ser padrão.

Sword Art Online
©Sword Art Online / A-1 Pictures

Meu intuito aqui não foi desrespeitar ninguém por seus gostos, foi só uma opinião de uma pessoa que ama esse mundo tanto quanto vocês e sabe o quanto isso pode interferir nas vidas das pessoas por justamente ser uma paixão.

SUA OPINIÃO É IMPORTANTE. COMENTE AQUI!
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião
deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

9
Deixe um comentário

avatar
9 Comment threads
1 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
9 Comment authors
Rita de Cássia Lima do NascimentoFaxDaniloArrozBrunão Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
AnimesNepo
Visitante

Like!

Nuke
Visitante
Nuke

Até que é vdd. As vezes animes que eram pra não são focados em acchi, tem mais ecchi do que animes que eram pra ter ecchi.

Sara
Visitante
Sara

Odeio fan service. Acho muito desnecessário, sem falar das lolis rsrsrs

trackback

[…] Fonte […]

pedro eduardo
Visitante
pedro eduardo

Acho que ”fan-service” bem colocado e bem feito pode ser sim bom e interesante porem algo simplesmente jogado é chato um caso que eu mesmo notei isso foi DXD aonde as 3 primeiras temporadas haviam Ecchi desnescesario e a 4 que se foco mais na historia e lutas tendo sim seu echhi porem nada mt fora do contexto e exagerado foi a melhor temporada do anime

Rita de Cássia Lima do Nascimento
Visitante
Rita de Cássia Lima do Nascimento

Acho que nunca mais verei algo como Love Hina, apesar de algumas vezes o Ecchi passar um pouco do ponto, o autor conseguiu equilibrar e manter uma boa História sem forçar que todas devem gostar do protagonista, naturalmente acontece!

Brunão
Visitante
Brunão

Ao publicar uma obra, autores tentam alcançar determinados públicos, e o fan-service entra como algo adicional para agradá-los. Quando ocorre excessos, isso é refletido diretamente nas vendas, na popularidade e na reputação da obra. Com isso o autor pode ou não mudar o seu conteúdo. Se ele optar por permanecer com o fan-service e você continuar não gostando, podemos concluir que você já não faz mais parte do público-alvo. Nesse caso o melhor que se tem a fazer é deixar de acompanhar (a não ser q vc seja M). FGO Babylonia e Dr Stone foram obras maravilhosas que eu acompanhei… Read more »

Arroz
Visitante
Arroz

As vezes voce abre uma porta praquele vizinho novo, ele vai entrando todo timido, com alguns dias senta no sofa sem pedir,abre a porta sem bater, eventualmente abre a geladeira e reclama que falta isso ou aquilo, quer dar pitaco na sua casa, no fim voce descobre que ele falava mal de voce pros seus amigos e pasmem,ainda achava sua casa feia…

Danilo
Visitante
Danilo

Gostei muito do artigo. Nunca tinha pensado desse jeito e agora, acho que essas coisas que vc falou já estavam como “normais” no meu subconsciente, mas lendo seu artigo percebi essas coisas. Comecei acompanhar o site recentemente e estou gostado. Parabéns!

Fax
Visitante
Fax

Eu não tenho nenhum problema com ecchi até por que essa é uma categoria que normalmente está mais presente em shounes,que e mais focado ao público masculino,sem conta q o ecchi normalmente e uma tentativa do autor de fazer uma cena de comédia,Ex Fairy Tail onde quase todas as piadas se passa durante alguma cena de ecchi,mais eu não ligou se o anime tem ou não ecchi, minha única preocupação e com a história e luta,ou até mesmo simplesmente por ser um anime engraçado, não e um ecchi que vai me impedir de ver um anime