Summer Ghost – Continue vivendo Escolha seu futuro por conta própria

Bolinhodearroz
Summer Ghost
©Flat Studio / Summer Ghost

Hoje vamos falar um pouco sobre uma animação relativamente recente feita pelo Flat Studio e lançada em novembro de 2021 que é considerada como um curta por sua pouca duração de 39 minutos. Summer Ghost, mesmo em formato reduzido, consegue te ganhar e te surpreender de tal maneira que no final você se vê reflexivo e em choque pela grande revelação que estava o tempo inteiro na nossa cara, mas só percebemos quando finalmente é exposto.

Summer Ghost
©Flat Studio / Summer Ghost

Sinopse:

A história do curta animada tem origem numa ilustração desenhada por Loundraw. Tomoya, Aoi e Ryoo são alunos do ensino médio que se conheceram online. Uma lenda urbana fala de um “fantasma de verão”, uma menina espiritual que aparece quando fogos de artifício são lançados.

Tomoya não consegue viver a vida que imaginou para si mesmo. Aoi não consegue encontrar o seu lugar no mundo. Ryō tem o seu futuro brilhante repentinamente afastado. Cada um tem o seu próprio motivo para precisar encontrar o fantasma do verão. Numa noite de verão, quando a vida e a morte se cruzam, aonde cada uma das suas emoções os levará?

Summer Ghost
©Flat Studio / Summer Ghost

Por isso, agora vocês já devem imaginar o que os espera ao assistir Summer Ghost. O mais interessante é que, apesar de ser tão curto, a história dessa animação nos envolve profundamente e traz profundas reflexões para quem se deixa mergulhar totalmente em tudo que ela quer passar.

Todas as características presentes em cada fragmento desse curta são grandes qualidades que se acumulam em uma grande obra de amor pela vida. O estilo de animação que mescla cores frias e quentes em um lindo contraste, os detalhes de cenário, a fotografia impecável, a trilha sonora tão sensível a cada cena e o enredo que segue de maneira tão linear se conectando a cada elemento exposto desde o início que te deixa perplexo em como não conseguiu perceber antes. Todos os componentes ali se conectam e se complementam do início ao fim, durante todo o processo de construção da história e para trazer a reflexão que o curta se propõe desde o inicio.

Summer Ghost
©Flat Studio / Summer Ghost

Enquanto isso, ao falar sobre a história em si e os personagens expostos, percebemos como a vida pode ser tão difícil para jovens que possuem tanto futuro pela frente. A partir do momento em que tudo começa, a vida e a morte passam a caminhar lado a lado, que inclusive podem ser percebidos nos diferentes tons e cores distribuídos ao longo das cenas.

O que temos, inicialmente, é um grupo de três amigos que só querem confirmar uma lenda urbana de que existe um fantasma em determinado local que só aparece no verão e com as técnicas certas para chamá-la. Eles se reuniram e finalmente conseguiram vê-la, porém ela despertou todos com apenas uma frase “só quem pode me ver é quem possui um estreito laço com a morte“, assim revelando (sobretudo por flashbacks) o íntimo daqueles jovens que já vinham com muita carga em suas costas e só queriam dar um fim na sua vida tão dura. Todos, portanto, com seus motivos para invocar um fantasma suicida.

Summer Ghost
©Flat Studio / Summer Ghost

Muito pode ser debatido sobre o que pode ter os levado a se identificar com uma fantasma que, pelo que todos os boatos contavam, um dia cometeu suicídio quando era muito jovem, mas antes mesmo que pensemos em assuntos tão delicados, logo descobrimos a verdadeira história dessa garota fantasma que, na verdade, não queria perder sua vida.

Foi uma sucessão de tragédias que a fizeram perder tudo o que tinha pela frente. Logo, por ter sua jovem vida interrompida tão bruscamente, ela pode trazer para aquele grupo a reflexão do porque eles precisam aceitar os obstáculos da vida, superá-los e seguir em frente buscando o melhor. Ver uma garota tão jovem desabafar sobre o futuro que lhe foi tirado e tudo que ela sempre quis fazer, fez com que o protagonista Tomoya entendesse o valor que era estar vivo e correr atrás do que realmente quer, não continuar seguindo o que os outros escolheram para sua vida.

Summer Ghost
©Flat Studio / Summer Ghost

Tomoya se apegou àquela alma e podemos até ver um vislumbre de paixão e amizade, apesar de sabermos do final tão óbvio para aquela nova relação, mas ainda assim, nos apegamos ao que ambos compartilham e ao que ele consegue levar para seus amigos.

Uma jovem fantasma que só queria resgatar seu corpo e poder descansar em paz, sabendo que teve sua verdade finalmente revelada e que trouxe paz para sua mãe após esses anos, traz para a trama debates profundos sobre o porque estamos vivos e qual o limiar entre a morte e a vida. E toda essa discussão se aprofunda ainda mais por sabermos a realidade da nação japonesa que carrega em seu cotidiano o peso de ser um dos países com mais suicídios entre jovens do mundo.

Summer Ghost
©Flat Studio / Summer Ghost

E em nossas vidas, será que entendemos que viver superando as dificuldades ainda é muito melhor do que perder o futuro em que muitas coisas nos estão destinadas? Assim como os próprios personagens trazem em suas falas, viver a vida que deseja não é mil maravilhas, mas devemos ser os únicos a tomar nossas próprias decisões. O que seremos no futuro deve ser de nossa escolha e de nossa responsabilidade ao enfrentar cada constante dificuldade.

Tudo isso parece reflexões demais para serem retiradas de um curta de 39 minutos, mas é essa a profundidade de Summer Ghost. Uma vida jovem deve ser valorizada ao máximo para que não se perca um futuro em que pode experenciar tudo que lhe é de direito.

Summer Ghost
©Flat Studio / Summer Ghost

Tirar a própria vida pode parecer uma solução rápida e definitiva para se acabar com a dor, mas quando entendemos que a vida é muito mais do que aquele momento e que tantos jovens que gostariam de estar vivendo como nós tiveram suas vidas tiradas por tantas tragédias e ações desumanas, logo percebemos que aquilo não é a resposta. Como mostrado durante a história, se enfrentarmos o que nos impede de viver, a vida pode ser menos pesada e mais livre.

E, para finalizar, existe um plot twist de milhões logo no final que me fez voltar um pouco mais para ver se realmente havia entendido o que aconteceu. Estou tentando aqui não soltar nenhum spoiler e, por isso, não posso revelar nenhum detalhe desse momento para não estragar a experiência, apenas dizer que, ao concluirmos tudo, voltamos o curta todo em nossa cabeça e pensamos como não percebemos aquilo antes. Ali você se envolve, se apega e se entristece em apenas 39 minutos.

Summer Ghost
©Flat Studio / Summer Ghost

Mas então é isso. Deixem nos comentários suas reflexões e opiniões sobre essa animação. Comentem também outras obras para serem analisadas aqui e compartilhem esse artigo em suas redes sociais!

SUA OPINIÃO É IMPORTANTE. COMENTE AQUI!
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião
deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.