Volte com seu Escudo ou sobre ele! Até que ponto nossa determinação deve nos levar?

Fabio Andrade
Black Clover
© Black Clover | Studio Pierrot

Ter honra, de forma primordial, significa que você arrisca a sua própria pele e que você tem – ainda que seja somente com você mesmo, um compromisso existencial, vale muito ressaltar que se eu não assumo riscos pelas opiniões que tenho, talvez elas sejam somente uma “bobagem vestida a rigor”.

Talvez a melhor definição de sucesso seja afirmar que se viveu de uma forma honrosa, não que a pessoa seja perfeita – todos temos erros, entretanto, deixar outros morrerem no seu lugar é a maior definição de desonra, ou o maior ato de covardia. Ter honra significa que você faria coisas independentemente de qualquer recompensa e apesar das consequências.

Para termos uma noção destes pensamentos, basta pensarmos nos duelos que existiam no passado, as pessoas corriam risco de vida – e até morriam, para defender sua honra, vários casos poderiam ser citados como o poeta Russo Púchkin ou do matemático Francês Galois que morreu aos 20 anos de idade. Como se pode perceber, viver em desonra nunca era uma opção, quando os filhos espartanos se dirigiam a guerra, a mãe espartana dizia: Volte com seu escudo ou sobre ele!

No anime Black Clover, o capitão do esquadrão Alvorecer Dourado, considerado o mais poderoso esquadrão do reino Clover, William Vangeance teve uma história muito curiosa, amaldiçoado e tendo uma aparência diferente, era desprezado pelos seus familiares mesmo tendo um enorme poder mágico, com isso, um ódio foi surgindo e sendo alimentado pelas pessoas, e aliado a isso, a alma encarnada do elfo Patri estava em seu corpo, duas almas em um só lugar, em muitos momentos, Patri era o único amigo de Willian.

Black Clover
© Black Clover | Studio Pierrot

Entendendo todos estes pontos, podemos observar que o ódio que crescia em Willian se somava ao ódio que Patri sentia por “ter sido enganado pelos seres humanos”, por todo este ódio guardado, Willian se junta à causa dos elfos e parte para tentar destruir os “humanos imundos”. Quando se desenrola a história, um grande plot twist nos é apresentado, todos – sejam humanos ou elfos, foram enganados por um demônio que queria destruir toda a vida no mundo que Clover fazia parte.

No fim de todo o combate, Willian percebe o erro que cometeu e toma uma atitude extremamente honrada, ele assume o seu erro e se coloca a disposição para receber as consequências de suas ações, não me interprete mal, Willian não foi herói, mas ele teve uma atitude de um homem honrado, reconheceu o erro e assumiu as consequências, não fugiu, não se justificou, não colocou a culpa em ninguém, se todos tivéssemos esta atitude, o mundo seria um lugar melhor…

Todos nós – independente de gênero ou condição financeira, estamos sujeitos a erros, somos falhos, mas não podemos ser tolos a ponto de achar que somos os senhores da razão, as vezes, podemos não estar vendo as coisas de forma clara, e é neste momento que cometemos erros, por isso, é importante que tenhamos como exemplo a atitude do capitão Willian, sejamos honestos, honrados e sempre reconheçamos nossos erros, sejamos sempre uma melhor versão de nós mesmos, nunca nos esqueçamos do conselho da mãe espartana.

E ai… Quer dar a sua opinião? Comente!!

OBRIGADO POR LER ATÉ O FIM!!!! 😊

 

SUA OPINIÃO É IMPORTANTE. COMENTE AQUI!
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião
deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of