Animelog – Canal de Youtube irá publicar animações oficiais de forma gratuita O canal está atualmente disponível no Japão.

Matheusantinho
(redator de noticias)
Animelog
©Animelog

O site de notícias Animation Business Journal, publicou que os estúdios Toei, Kodansha e outras companhias estão em colaboração de seu novo projeto no  youtube, Animelog ou Anilog.

O projeto envolve a publicação de diversos animes no canal do YouTube de forma gratuita. O canal está atualmente disponível no Japão. Segundo o site, o seu staff pretende fornecer conteúdo legendado em inglês e chinês para fãs estrangeiros.

Animelog pode ser acessado clicando aqui.

O  projeto foi lançado com os animes Black Jack e Future Boy Conan.

Animelog tem como objetivo fornecer 3.000 títulos anime de 30 empresas, incluindo Nippon Animation, Tezuka Productions, Toei Animation, Shogakukan-Shueisha Productions, Shinei Animation e Kodansha, até o ano de 2022.

O staff confirmou que a intenção do projeto “é minimizar a distribuição ilegal de animações que existe atualmente, e com isso o ‘AnimeLog‘ distribuirá apenas animações oficialmente licenciadas e funcionará como um canal seguro que as famílias podem desfrutar juntas”.

Atualmente, as empresas relacionadas a anime têm seus próprios canais oficiais no YouTube que disponibilizam conteúdos extras, trailers e até episódios. Portanto, a intenção de participar do AnimeLog é a expectativa de um negócio cross-industry.

“Ao reunir programas com alvos de visualização comuns, é um mecanismo para nutrir uma plataforma que representa a indústria e atrair mais usuários para lá. Embora as obras de outras empresas sejam rivais, quanto mais obras houver, mais atraentes serão os telespectadores como um todo, o que trará grandes benefícios”, segundo o staff.

AnimeLog pretende alcançar 1 milhão de assinantes e 300 milhões de visualizações por mês.

Fonte: Aqui!

SUA OPINIÃO É IMPORTANTE. COMENTE AQUI!
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião
deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of