Boku no Hero – Episódio recente gerou polêmica nas redes Uma mudança na animação teria causado tudo

Ana
(Supervisora da redação)
@anapnf
Boku no Hero
©Boku no Hero Academia

Chansard Vincent é um animador (aparentemente francês, já que sua descrição no Twitter tem seções em francês e observa que ele se formou na Gobelins School of Image) que recentemente se tornou viral após um post sobre a produção da quinta temporada de Boku no Hero Academia (My Hero Academia).

Vincent esteve envolvido na produção do vigésimo primeiro episódio da quinta temporada (episódio número 109 no geral), especificamente em uma seção envolvendo a personagem Himiko Toga. O animador publicou os layouts da cena em questão, mas também acrescentou um comentário que foi o que se tornou viral nas redes: “Fui eu que pedi para não ser creditado neste episódio. Costumo pedir quando sinto que não controlo a qualidade do produto final feito.”

Seu comentário refere-se ao fato de seu trabalho não ter sido efetivamente utilizado na cena em questão no produto final, na verdade é completamente diferente e o usuário do Twitter Sakuga Brasil se encarregou de mostrar as comparações:

A publicação gerou críticas negativas à produção e aos estúdios BONES em geral, referindo-se ao fato de que acabam simplificando as cenas ao invés de torná-las como pretendiam os layouts do projeto. Alguns até minimizaram o trabalho dos animadores, ressaltando que se isso parece muito complexo, é melhor pensar em uma segunda profissão então.

Isso levou Chansard Vincent, cuja publicação causou toda essa polêmica, a escrever em defesa dos animadores o seguinte: “Estou muito feliz que as pessoas gostem da minha animação, mas por favor não a use para odiar pessoas que literalmente destroem sua saúde para fazer anime. O fato de o episódio ter terminado a tempo é prova suficiente de que havia um motivo para essa mudança e, para ser justo, temos alguns desenhos lindos da Toga. Felizmente, a saúde da equipe foi preservada, o episódio terminou e contou a história que deveria contar”.

Ele continuou: “Uma coisa que muitas pessoas não abordam é que as tomadas eram longas, minha sequência tinha 20 tomadas e algumas delas tinham cerca de 10 segundos de duração com muitos personagens, e uma coisa é quando está passando o storyboard, mas uma vez que você o vê animado, é uma preocupação válida que pode ser demais. Isso também acontece todos os dias, em muitos animes. Eu tive que fazer correções antes, e às vezes eu mudei o conteúdo da cena, então é completamente razoável que isso pudesse acontecer comigo também, é assim que funciona em nossa indústria, e para melhor.”

Concluiu: “O estúdio BONES deu-me autorização para publicar os desenhos, quando não o podiam ter feito porque o meu nome não aparecia nos créditos para que ninguém soubesse e tudo teria corrido bem, mas agora a confiança que a empresa me deu é transformada em combustível para odiá-los. Acho que não vale a pena ter um tweet que seja literalmente apenas uma desculpa para as pessoas odiarem trabalhadores apaixonados e sobrecarregados. Sei que é tarde demais, mas posso excluí-lo se continuar.”

Fonte:Aqui!

SUA OPINIÃO É IMPORTANTE. COMENTE AQUI!
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião
deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.