Edens Zero terá uma segunda temporada Ainda não há previsão de estreia

Ana
(Supervisora da redação)
@anapnf
Edens Zero
©Edens Zero

Um vazamento da próxima edição da Weekly Shonen Magazine, que será publicada em 9 de fevereiro no Japão, confirmou a produção de uma segunda temporada para a adaptação em anime do mangá escrito e ilustrado por Hiro Mashima, Edens Zero. O vazamento não revelou se há uma data de lançamento prevista ou quem será o novo diretor do projeto, já que Yuuji Suzuki, diretor da primeira temporada, faleceu em outubro de 2021.

Edens Zero
©Edens Zero

Sinopse:

No Granbell Kingdom, em um parque de diversões abandonado, Shiki viveu toda a sua vida entre máquinas. Mas um dia, Rebecca e seu companheiro felino aparecem nos portões da frente do parque. Mal sabem esses recém-chegados que este é o primeiro contato humano que Shinki teve em cem anos! Enquanto Shiki tropeça no caminho de fazer novos amigos, seus antigos vizinhos aproveitam a oportunidade para uma rebelião robótica… E quando sua antiga pátria se torna muito perigosa, Shiki deve se juntar a Rebecca e Happy em sua nave espacial e fugir para o cosmos sem limites.

Mais sobre:

Shinji Ishihara (Fairy Tail, Log Horizon) foi o diretor chefe de anime no J.C. STAFF Studios, enquanto Yuuji Suzuki (Fairy Tail) atuou como diretor. Mitsutaka Hirota (Zoids Wild, Kanojo Okarishimasu) foi o encarregado de escrever e supervisionar os roteiros. Yurika Sato (Shokugeku no Souma) foi responsável pelo design dos personagens.

Mashima lançou o mangá na Weekly Shounen Magazine em junho de 2018.

A série de mangá Fairy Tail de Mashima foi lançada em 2006 e terminou em julho de 2017. A temporada de anime mais recente e final baseada nesta obra de Mashima estreou no Japão em outubro de 2018. A série terminou em setembro passado com 328 episódios. O mangá inspirou dois animes anteriores, dois filmes de anime, vários OVAs e mangás spin-off.

Fonte: Aqui!

SUA OPINIÃO É IMPORTANTE. COMENTE AQUI!
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião
deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.