Ijiranaide, Nagatoro-san retirou uma referência a um mangá para adultos no segundo episódio Os fãs mais atentos repararam na diferença

Ana
(Supervisora da redação)
@anapnf
Ijiranaide, Nagatoro-san
©Ijiranaide, Nagatoro-san

O segundo episódio da adaptação para anime do mangá de Nanashi, Ijiranaide, Nagatoro-san apresentou algumas diferenças do mangá original que foram rapidamente detectadas pelos fãs mais atentos. No entanto, embora a maioria tenha notado que as aparições de Nagatoro e suas amigas mudaram na cena do refeitório, houve outra mudança que passou despercebida.

Ijiranaide, Nagatoro-san
©Ijiranaide, Nagatoro-san

Essa mudança se refere à cena em que um filme de terror relacionado a vampiros é mostrado. Enquanto na adaptação animada o filme foi descrito como uma vampira loira e peituda, na versão original do mangá a vampira é diferente, mostrando-se vestindo apenas uma capa preta.

Ijiranaide, Nagatoro-san
©Ijiranaide, Nagatoro-san
Ijiranaide, Nagatoro-san
©Ijiranaide, Nagatoro-san

Os fãs mais experientes provavelmente já sabiam, mas aquele vampiro é, na verdade, “Yupiel-sama“, o personagem principal do renomado mangá para adultos Yupiel-sama no Geboku, feito pelo mesmo autor, Nanashi. Porém, como o autor já retirou de todos os meios de comunicação oficiais qualquer coisa relacionada ao seu passado nesta indústria, não é de se estranhar que a produção tenha mudado o design do vampiro, eliminando a referência.

Yupiel-sama no Geboku
©Yupiel-sama no Geboku

Sinopse:

Quando um estudante introvertido do ensino médio conheceu uma garota chamada Nagatoro, sua vida desmoronou. Primeiro, ela observou cuidadosamente a reação dele ao abuso verbal que recebeu de outras garotas maliciosas, percebendo que, na realidade, parece ser o que ele precisa, então ela começa a provocá-lo também. Em breve ficará cada vez mais óbvio (para o leitor, não para o personagem) que as provocações de Nagatoro não são maliciosas, mas na verdade são bastante coquete e mostram um leve interesse romântico.

Mais sobre:

Hirokazu Hanai está dirigindo o anime na Telecom Animation Film StudiosTaku Kishimoto é o responsável pela composição da série. Misaki Suzuki é responsável pelo design dos personagens. Gin (BUSTED ROSE) será o responsável pela musicalização da série.

Ademais, Nanashi tem publicado o mangá no site Pixiv e na plataforma Magazine Pocket da editora Kodansha desde novembro de 2017.

Fonte: Aqui!

SUA OPINIÃO É IMPORTANTE. COMENTE AQUI!
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião
deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments