Japão registra a pior recaída de ganhos da indústria cinematográfica Nem mesmo Kimetsu salvou essa indústria.

Ana
(Supervisora da redação)
@anapnf
Kimetsu no Yaiba
©Kimetsu no Yaiba

Apesar de Kimetsu no Yaiba: Mugen Ressha-hen ter sido lançado no ano passado e ter se tornado o filme de maior bilheteria da história do cinema japonês, a receita geral de bilheteria japonesa em 2020 foi a mais baixa registrada nos últimos vinte anos, registrando uma receita de 143,285 bilhões de ienes (cerca de 1,38 bilhão de dólares), uma queda de 55% em comparação com 2019 e a menor registrada desde 2000. Isso foi relatado pela Associação de Produtores de Cinema do Japão, que observou que apenas 161,3 milhões de pessoas foram aos cinemas em 2020.

Um total de 1.017 filmes foram lançados em cinemas no Japão no ano passado, 261 a menos do que em 2019. Desses filmes, 506 foram produzidos no país e 511 foram produzidos no exterior (incluindo os produzidos em Hollywood). Apenas um filme entre mais de 1.000 arrecadou mais de 10 bilhões de ienes em 2020, sendo Kimetsu no Yaiba: Mugen Ressha-hen. O segundo filme de maior bilheteria de 2020 no Japão foi Star Wars: The Rise of Skywalker com 7,32 bilhões de ienes (aproximadamente US $ 70,55 milhões).

No TOP 5 geral, apenas um filme produzido por Hollywood entrou na lista e, pela primeira vez desde 2000, um filme sul-coreano chegou ao TOP 5, Parasite. É também a primeira vez que uma adaptação da Weekly Shonen Jump se torna o filme número um do ano.

Os baixos ganhos eram inevitáveis, uma vez que os cinemas fecharam por quase dois meses perto do início do ano e as produções nacionais também foram interrompidas, enquanto os filmes no exterior foram atrasados ​​repetidamente, tudo devido à pandemia de COVID-19 ainda persistente.

Fonte:Aqui!

SUA OPINIÃO É IMPORTANTE. COMENTE AQUI!
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião
deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments