Kimetsu no Yaiba – Filme pode alcançar os 10 bilhões de Yenes de bilheteria O longa está batendo recordes de publico para filmes de anime

Ana
(Supervisora da redação)
@anapnf
Kimetsu no Yaiba
© Kimetsu no Yaiba

No dia 16 de outubro, foi lançado o novo filme da franquia Kimetsu no Yaiba intitulado “Kimetsu no Yaiba: Mugen Ressha-Hen“, sendo o maior assunto dos últimos dias no Japão devido à promoção e ao “Hype” dos fãs da franquia para este novo filme.

E de acordo com o site Crunchyroll, estima-se que as exibições de sexta-feira arrecadaram um total de 1,2 bilhão de ienes em seu primeiro dia de lançamento.

Se compararmos com outros filmes de renome nas animações, como:

  • Frozen 2 (nos primeiros 3 dias atingiu a cifra de 1,88 milhão de ienes),
  • Tenki no Ko (seu primeiro fim de semana arrecadou 1,5 milhão de ienes)
  • Spirited Away (Sen to Chihiro no Kamikakushi), que é o filme de anime de maior bilheteria no Japão (na sua estreia, arrecadou 1 bilhão de ienes)

Os números de “Kimetsu no Yaiba: Mugen Ressha-Hen” estão no caminho certo e há rumores de que o filme está prestes a atingir 3 bilhões de ienes em seu fim de semana de estreia.

O longa é o primeiro a ultrapassar a cifra de 800.000 e 900.000 pessoas por dia, sendo esta uma sexta-feira e também com as condições geradas pela pandemia que impede que tudo seja mais “natural” fazendo com que os cinemas tenham mais cuidado para preservar a saúde dos espectadores.

É preciso dizer também que as principais redes de cinemas japoneses reabriram suas portas seguindo as diretrizes sanitárias estabelecidas pelo governo japonês, que entrou em vigor em 19 de setembro, embora a maioria dos cinemas tenha reaberto em 16 de outubro, exatamente no mesmo dia da estreia do filme Kimetsu no Yaiba.

Uma agência de publicidade japonesa conversou com a Sport Hochi e prevê que Kimetsu no Yaiba: Mugen Ressha-Hen arrecadará mais de 10 bilhões de ienes (cerca de US $ 94,8 milhões) algo que apenas dois filmes de anime conseguiram.

A agência prevê ainda que o filme produzido pela Aniplex ultrapasse o fim de semana de estreia de Tenki no Ko, embora segundo estimativas do sábado, tudo indique que o filme da franquia Kimetsu no Yaiba já ultrapassou esse recorde, assim como também bateu recordes na sexta-feira.

Embora sejam apenas estimativas, teremos que aguardar os relatórios que serão dados no início da semana para termos algo mais concreto e oficial.

Sinopse:

Japão, era Taisho. Tanjiro, um bondoso jovem que ganha a vida vendendo carvão, descobre que sua família foi massacrada por um demônio. E pra piorar, Nezuko, sua irmã mais nova e única sobrevivente, também foi transformada num demônio. Arrasado com esta sombria realidade, Tanjiro decide se tornar um matador de demônios para fazer sua irmã voltar a ser humana, e para matar o demônio que matou sua família. Um triste conto sobre dois irmãos, onde os destinos dos humanos e dos demônios se entrelaçam, começa agora. 

Mais sobre:

O mangá de Koyoharu Gotouge já inspirou um anime de televisão que estreou em abril de 2019.

Os principais membros da equipe da série anime estão retornando para a sequência. A TOHO e a Aniplex estão lidando com a distribuição do filme.

Haruo Sotozaki (Tales of Zestiria the X, Tales of Symphonia the Animation) dirigiu o anime na Ufotable (Fate / Zero, Kara no Kyoukai, Katsugeki: Touken Ranbu) também foi creditada pelos scripts. Akira Matsushima (Maria Watches Over Us, Tales of Zestiria the X) foi o designer de personagens, com Miyuki SatouYouko Kajiyama e Mika Kikuchi servindo como designers de sub-personagens. Yuki Kajiura (Sword Art Online, Fate / Zero, Madoka Magica) e Gou Shiina (Tales of Zestiria the X, Juni Taisen: Zodiac War, God Eater) compuseram a música. Hikaru Kondo produziu a série.

O mangá estreou na revista Weekly Shonen Jump em fevereiro de 2016.

A série de mangás está inspirando um novo jogo para smartphone intitulado Kimetsu no Yaiba: Keppuu Kengeki Royale além de um jogo de ação separado para PlayStation 4, intitulado Kimetsu no Yaiba: Hinokami Keppuutan.

Além disso, o mangá inspirou dois romances e uma peça de teatro.

Fonte: Aqui.

SUA OPINIÃO É IMPORTANTE. COMENTE AQUI!
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião
deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of