Kusuriya no Hitorigoto pode ganhar adaptação para anime A informação ainda não foi confirmada oficialmente

Ana
(Supervisora da redação)
@anapnf
Kusuriya no Hitorigoto
©Kusuriya no Hitorigoto

TMSearcher“, uma conta do Twitter que analisa os registros de marcas comerciais e propriedade intelectual no Japão, relatou que a Shufunotomo Infos Co., LTD. registrou a marca comercial “薬 屋 の ひ と り ご と (Kusuriya no Hitorigoto)” com o número do aplicativo (出 願 番号 2021-71864) para uso em mídia audiovisual, como videogames, mercadorias, anúncios, comunicações, anime, etc. De acordo com o relatório, com base em registros anteriores do mesmo tipo (como Knights * Magic e Isekai Cheat Magician), o registro estaria relacionado a uma adaptação animada que está por vir.

O registro desta marca está diretamente relacionado às light novels escritas por Natsu Hyuuga e ilustradas por Touko Shino, Kusuriya no Hitorigoto, sobre os quais já circula há vários meses o boato de que uma adaptação animada está em produção.

Sinopse:

Em uma corte imperial na China antiga, já se passaram alguns meses desde que uma garota de 17 anos conhecida como Maomao foi sequestrada e forçada a trabalhar como serva de baixo escalão para o palácio do imperador. Mesmo assim, ele consegue manter seu espírito curioso e pragmático, planejando trabalhar até o fim de seus anos de servidão. Um dia, porém, ela percebe que dois dos filhos do imperador adoeceram gravemente, então decide agir em segredo, usando sua experiência como farmacêutica criada em um bairro pobre.

Apesar dos esforços de Maomao para permanecer anônimo, ela logo chama a atenção de Jinshi, um eunuco influente que reconhece seus talentos. Maomao então logo começa a ganhar posições no império, e gradualmente começa a fazer um nome para si mesmo usando seu conhecimento e personalidade excêntrica para resolver mistérios médicos.

Mais sobre:

Hyuuga começou a publicar os romances no site Shousetsuka ni Narou em outubro de 2011 e, posteriormente, começou a publicar em papel com ilustrações de Touko Shino em agosto de 2014. A editora Shufunotomo publicou o nono volume em 28 de fevereiro. O trabalho inspira duas adaptações para mangá simultaneamente.

Fonte:Aqui!

SUA OPINIÃO É IMPORTANTE. COMENTE AQUI!
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião
deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.