Tantei wa Mou, Shindeiru – Siesta não seria a personagem principal da obra Ela acabou conquistando os corações dos leitores e ganhou mais destaque

Ana
(Supervisora da redação)
@anapnf
Tantei wa Mou, Shindeiru
©Tantei wa Mou, Shindeiru

Em junho de 2020, em comemoração ao lançamento do terceiro volume, o portal japonês LN-News publicou um artigo com uma entrevista com o autor das light novels Tantei wa Mou, Shindeiru, Nigojuu. Naquela época o trabalho não era muito conhecido, mas como atualmente tem uma adaptação animada no ar, o artigo passou a ter relevância em diversos fóruns, principalmente por conta de algumas revelações do autor. Confira:

Entrevistador: “Gostaria de lhe fazer algumas perguntas sobre cada personagem, como surgiram e o que gosta neles. Em primeiro lugar, o que você acha da heroína principal, Siesta?”

Nigojuu: “Para ser honesto, quando estava escrevendo a história para me inscrever para publicação, não pensei que a Siesta se tornaria tão popular. É claro que estou feliz que tenha se tornado tão popular, mas no começo não escrevi sobre isso com tanto destaque. Após receber a aprovação, tive uma reunião com a editora e decidimos focar na Siesta, então fui aumentando gradativamente sua participação. No momento do manuscrito da aplicação, Kimizuka, Natsunagi e Saikawa eram os protagonistas. Siesta estava lá como personagem de apoio. Além disso, embora seja agora a conta oficial de Tanmoshi no Twitter, essa conta operava com o nome de Siesta até sua publicação. Fui eu que escrevi os tweets entre Siesta e Kimizuka, e foi por tentativa e erro que a personagem de Siesta se solidificou.”

Sinopse:

A história segue Kimihiko Kimitsuka, um jovem que há quatro anos se tornou assistente de uma detetive misteriosa conhecida como “Siesta” durante um sequestro de avião. Juntos, Kimihiko e Siesta embarcaram em aventuras alucinantes e exploraram o mundo enquanto lutam contra uma organização secreta, mas tudo isso acaba quando Siesta morre.

Kimihiko então, tenta retornar a uma vida comum e chata de estudante do ensino médio, mas as coisas não são tão simples, apesar do fato da detetive já estar morta. Então, como serão as coisas a partir de agora?

Mais sobre:

Manabu Kurihara (Uzaki-chan wa Asobitai!) está dirigindo o anime nos estúdios ENGIDeko Akao (Arakawa Under the Bridge, Tatoeba Last Dungeon Mae no Mura no Shounen ga Joban no Machi de Kurasu You na Monogatari) é responsável por escrever e supervisionar os scripts. Yousuke Itou (Kawaikereba Hentai demo Suki ni Natte Kuremasuka?, Holmes of Kyoto Teramachi Sanjou, Ousama Game) é o responsável pelo design dos personagens.

Nigojuu começou a publicar os romances no site Kakuyomu e, posteriormente, começou a publicar em papel com ilustrações de Umibouzu por meio da editora Media Factory em novembro de 2019.

Uma adaptação para mangá de Mugiko é publicada na revista Monthly Comic Alive da Kadokawa, com sua primeira compilação publicada no Japão em 21 de novembro.

Fonte: Aqui!

SUA OPINIÃO É IMPORTANTE. COMENTE AQUI!
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião
deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments