Uma oferta de emprego para assistente de mangaká gera polemica O autor queria um escravo e não um assistente

Ana
(Supervisora da redação)
@anapnf
mangaká
© Bakuman

Uma postagem no Twitter do autor Shiro Ootsuka (autor de mangás como Marine Hunter e Sya) gerou um debate em um fórum de comentários popular no Japão. Na postagem original, posteriormente excluído, Ootsuka escreveu:

“Recrutamento para assistente. Os requisitos do trabalho são colorir e retocar linha em horário completo das 10h00 até a partida do último trem. O salário é de 7.000 ienes ($ 67) por dia. Os interessados ​​devem enviar o pedido por email. “

Shiro Ootsuka
© Shiro Ootsuka

Os comentários no fórum explodiram:

“7.000 ienes por um dia inteiro nestes dias de emergência de saúde. Trabalhar meio período em uma loja de conveniência rende muito mais. “
“Isso é apenas 700 ienes por hora (US $ 6).”
“É quase uma violação das leis trabalhistas.”
“Muito inteligente pagar esse valor, mas não oferecer contrato de trabalho. A verdade é violar muitas leis trabalhistas. “
“99% dos assistentes de mangá são pagos assim.”
“Trabalhar talvez mais de doze horas, das 10h ao último trem, por menos de um salário mínimo. É uma piada?”.
“O anúncio está errado, o correto é ‘Estou procurando um escravo’.”
“Trabalhar mais de treze horas por dia, mesmo que o trabalho termine às 23 horas. Se você pegar o salário por hora, mal chega a 500 ienes ($ 5). “

O salário mínimo no Japão excede 900 ienes por hora em todo o país, enquanto na área metropolitana de Tóquio ultrapassa 1.000 ienes.

Fonte: Aqui!

SUA OPINIÃO É IMPORTANTE. COMENTE AQUI!
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião
deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of