Crunchyroll muda seu diretor executivo O giro de cadeiras começou.

Ana
(Supervisora da redação)
@anapnf
Crunchyroll
©Crunchyroll

A Sony Pictures Entertainment revelou que o diretor executivo da Crunchyroll, Colin Decker, deixou a empresa. O diretor de operações da Crunchyroll e ex-diretor de operações da Funimation, Rahul Purini, será o novo presidente da empresa. Decker ficará na empresa por algumas semanas durante a transição.

Como diretor de operações, Purini liderou as operações estratégicas diárias da Crunchyroll, incluindo comércio eletrônico, estúdios de produção, programação de conteúdo, inteligência de negócios, análises e outras funções. Purini ingressou na Funimation em 2015 e liderou o crescimento da empresa em termos de expansão global e base de assinaturas. Anteriormente, ele foi vice-presidente de entrega de soluções na agência digital global Razorfish. Ele também foi chefe de tecnologia e operações da agência digital MEplusYOU (anteriormente imc2).

Purini declarou: “É uma honra e um privilégio para mim assumir este novo papel e conduzir o próximo capítulo da Crunchyroll. Tendo passado os últimos sete anos envolvidos em quase todas as facetas do negócio e vendo até onde chegamos, a oportunidade à nossa frente é brilhante, e estou ansioso pelo que faremos a seguir juntos. Há muitas coisas que me animam sobre esse novo papel, mas a parte que se destaca é a nossa clara oportunidade: acelerar o crescimento, o tamanho e o amor pelo anime em todo o mundo, colocando os fãs e a comunidade em primeiro lugar e ajudando a todos pertencerem.”

A Funimation e a Crunchyroll anunciaram em 1º de março que a biblioteca de anime da Funimation e Wakanim e o conteúdo de transmissão simultânea seriam movidos para a Crunchyroll. O Funimation Global Group da Sony concluiu a aquisição da Crunchyroll da AT&T em 9 de agosto do ano passado. O preço de compra foi de US$ 1,17 bilhão, com recursos pagos em dinheiro no fechamento.

Fonte: Aqui!

SUA OPINIÃO É IMPORTANTE. COMENTE AQUI!
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião
deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.