Feministas vão contra a YouTuber Virtual Linca Tojou Elas acharam a roupa da personagem "desapropriada"

Ana
(Supervisora da redação)
@anapnf
youtuber virtual
©Linca Tojou

O Departamento de Polícia da Prefeitura de Chiba, especificamente a equipe da Estação de Higashi-Matsudo, fez um vídeo especial em colaboração com a Virtual YouTuber Linca Tojou sobre segurança no trânsito. No entanto, este vídeo foi retirado após o recebimento de denúncias da AFER (Aliança de Representantes do Feminismo) no Japão e das feministas em geral.

A YouTuber Virtual comentou: “Todos ficaram muito felizes com o vídeo… Sinto muito! Fiquei muito feliz por poder ajudar a cidade de todas as maneiras que pude e por poder divulgar os regulamentos do ciclismo. A VASE nos disse que eles farão o upload do vídeo em seu canal no YouTube e que o manterão lá. Ainda assim, vamos continuar a promover a segurança no trânsito com todos!”

A situação foi relatada pelo usuário do Twitter Romly, que se caracteriza por compartilhar polêmicas relacionadas à cultura de mangá e anime ou, neste caso, YouTubers Virtuais. Na verdade, ele compartilhou o comunicado emitido pela agência representativa da VTuber, onde escreveu: “É frustrante que tenha sido eliminado apenas por causa das reclamações das feministas, que dizem:’ Você pode ver o umbigo. ‘ ‘Seu peito treme quando ele se move.’ ‘A saia dela é muito curta.’ ‘Isso é misógino’, ‘Me frustra que eles não vejam o verdadeiro propósito.’ ‘A polícia, os talentos, a equipe, os artistas… não julgam nossos sentimentos e esforços apenas pela aparência.’ “É a própria discriminação da mulher, certo? Sou eu que decidi seguir este modelo, sendo misógino?”.”

Na verdade, o comunicado do grupo feminista também está disponível no Twitter, e alguns trechos de destaque escrevem: “Protestamos vigorosamente contra a polícia de Chiba e a polícia de Matsudo que usou a VTuber Linca Toujou no vídeo de relações públicas e Exigimos que peça desculpas, pare de usar o vídeo e exclua-o. Este vídeo mostra uma garota como um objeto sexual e promove a discriminação e o hábito com base em papéis estereotipados das mulheres.”

Esta YouTuber Virtual, chamada Linca Toujou, usa um top estilo marinheiro e bastante curto, mostrando o umbigo e a barriga. Seus seios grandes balançam quando ela se move. A parte de baixo é uma saia extremamente curta, ela imprime fortemente que ela é uma estudante do ensino médio e é desenhada como um objeto sexual e enfatizando isso.

Nunca deveria acontecer que a polícia, que é um serviço público, use um personagem de anime que está representando meninas como objetos sexuais. Usar um personagem que desenha uma garota como objeto sexual pode até provocar crimes sexuais. Exigimos uma resposta sobre como foi procedida a decisão de recrutamento, e também uma resposta sobre qual é a perspectiva de gênero dos representantes das forças da ordem. Por favor, responda por documento até 10 de setembro. Independentemente de sua resposta ou não, publicaremos esse assunto amplamente.”

Fonte:Aqui!

SUA OPINIÃO É IMPORTANTE. COMENTE AQUI!
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião
deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments