Ochikobore Fruit Tart – Mulheres continuam protestando contra o anime na cidade de Koganei "O sexismo baseado em gênero, continua a representar muitos problemas em nossa sociedade."

Ana
(Supervisora da redação)
@anapnf
Ochikobore Fruit Tart
©Ochikobore Fruit Tart

Em março deste ano, na cidade de Koganei, na prefeitura de Tóquio, havia uma polêmica contra a franquia Ochikobore Fruit Tart (Dropout Idol Fruit Tart). Acontece que um grupo civil protestou contra o uso dessa série para a promoção da cidade e, consequentemente, a revitalização de sua economia. Parece que até agora as coisas não se acalmaram completamente, já que um membro do Partido Liberal Democrata compartilhou um pedido que foi recebido a este respeito, que escreveu o seguinte:

“Da Associação de Mulheres e Direitos Humanos da Cidade de Koganei. “Petição para respeitar os princípios da Portaria Básica da Igualdade entre Homens e Mulheres, e garantir que os projetos e patrocínios sejam realizados de maneira adequada”. Em 1996, a cidade de Koganei declarou-se uma cidade igualitária e, em 2003, promulgou uma portaria básica sobre a igualdade de gênero. Isso significa que todos são respeitados como indivíduos e não são discriminados com base no gênero. Afirma claramente que o princípio básico é a construção de uma sociedade com igualdade de gênero, na qual homens e mulheres tenham garantida a oportunidade de demonstrar sua individualidade e capacidades.”

“Estamos orgulhosos de ter uma portaria com esta filosofia. No entanto, o sexismo baseado em gênero, incluindo o tratamento das mulheres como instrumentos sexuais, seja consciente ou inconscientemente, continua a representar muitos problemas em nossa sociedade. A cidade de Koganei decidiu apoiar uma animação ambientada na cidade de Koganei, que será veiculada na televisão, com contagem regressiva e campanhas que ocorrerão em toda a cidade no período que antecede o início da transmissão.”

“Porém, quando assistimos ao anime, parecia-nos que a representação do sexo estava muito próxima do voyeurismo, e que lembrava a sexualização da mulher. Algumas delas foram acompanhadas de expressões que poderiam ser consideradas violações dos direitos das mulheres e que, infelizmente, eram insuportáveis ​​de assistir. O fato de a cidade estar patrocinando uma campanha de utilização da animação para a promoção da cidade, em prol de algum ganho financeiro, parece um sério afastamento da referida declaração e portaria.”

Embora o pedido não seja específico sobre qual anime está sendo discutido, o membro do partido confirmou em sua postagem no Twitter o nome da série em questão: “O principal ponto do pedido recebido é que era impróprio para a cidade de Koganei usar o anime Ochikobore Fruit Tart como parte de uma campanha promocional. Na minha opinião, sou contra esta crítica e considero que o patrocínio à cidade foi “adequado. O projeto usa a animação para revitalizar a cidade, não para promover a animação em si“. Infelizmente, o político destacou que não faz parte da comissão de revisão, por isso sua opinião não tem peso no veredito final.

Fonte:Aqui!

SUA OPINIÃO É IMPORTANTE. COMENTE AQUI!
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião
deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments