Tribunal de Tóquio considera que ‘sites de spoiler’ infringem direitos autorais A coisa está estreitando...

Ana
(Supervisora da redação)
@anapnf
Orange
©Orange

Um Tribunal Distrital de Tóquio decidiu na sexta-feira passada que “sites de spoiler“, ou seja, sites que postam imagens e seções de histórias de capítulos de mangá vazados e não publicados, infringem os direitos autorais do autor e da editora. O tribunal ordenou que as informações de domínio e servidor de um determinado site sejam entregues à editora que abriu o processo, Shogakukan.

A Shogakukan entrou com o processo no Tribunal Distrital de Tóquio quando o autor de Kengan Omega, Yabako Sandrovich, apontou um determinado site que postava informações e imagens de capítulos que ainda não haviam sido publicados no serviço de mangá digital Manga ONE da Shogakukan, ou seja, antes de seu lançamento. A equipe do Manga ONE afirmou que os “sites de spoiler” se tornaram um grande problema com capítulos não lançados, especialmente durante a pandemia, e alegaram que esses sites obtiveram uma receita de publicidade substancial desses vazamentos.

Shogakukan e outras editoras têm buscado uploads não autorizados de capítulos de mangá que descobriram, e a editora de Shingeki no Kyojin, Kodansha, disse publicamente que “começaram a tomar medidas legais contra várias contas e indivíduos”.

Fonte: Aqui!

SUA OPINIÃO É IMPORTANTE. COMENTE AQUI!
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião
deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments