Animal Crossing: New Horizons lidera o TOP 10 Japão de videogames comprados É a terceira que vez consecutiva que o jogo segue líder do top vendas na região

Matheus Henrique
(redator de noticias)
Animal Crossing: New Horizons
©Animal Crossing: New Horizons

Segundo o site Famitsu que lançou a tabela dos videogames que lideram as paradas do Japão na semana, Animal Crossing: New Horizons no Nintendo Switch supera 3 milhões de vendas e 423,367 cópias vendidas na última semana, ultrapassando Resident Evil 3 no Playstation 4  que estreou na semana passada e vendeu cerca de 189.490 cópias e One Piece Pirate Warriors 4 ficou com o terceiro e quarto lugarO game foi lançado no dia 20 de março e durante a E3, realizada no dia 11 de junho de 2019, a Nintendo divulgou um vídeo promocional do jogo.

 Confira a tabela completa abaixo:

Classificação Sistema Título Data de lançamento Cópias semanais Total de cópias
1 NSw Animal Crossing: New Horizons  20 de mar. 423,367 3.031.784
2 PS4 Resident Evil 3 03 de abr. 189.490 189.490
3 PS4 One Piece: Pirate Warriors 4  26 de mar. 18.333 94.331
4 NSw One Piece: Pirate Warriors 4  26 de mar. 17.340 78.911
5 NSw Mario Kart 8 Deluxe 28 de abr. de 2017 14.171 2.855.101
6 NSw Super Smash Brothers Ultimate 7 de dez. de 2018 12.257 3.635.531
7 NSw Pokemon Sword / Shield 15 de nov. de 2019 11.017 3.553.541
8 NSw Minecraft 21 de jun. de 2018 9.045 1.340.884
9 NSw Pokemon Mystery Dungeon: Rescue Team DX 06 de mar. 8.556 226.950
10 NSw  Ring Fit Adventure  18 de out. de 2019 8.496 753.623

Mais sobre:

Animal Crossing: New Horizons é o mais recente lançamento da franquia Animal Crossing e o primeiro para Nintendo Switch, o último jogo da franquia Animal Crossing: New Leaf foi lançado para Nintendo 3DS no Japão em 2012 e na América foi lançado em 2013, a franquia conta com outros jogos para diversas plataformas, como o jogo para mobile intitulado Animal Crossing: Pocket Camp lançado em 2017.

Fonte: Aqui.

SUA OPINIÃO É IMPORTANTE. COMENTE AQUI!
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião
deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.