Kimetsu no Yaiba – Jogo coreano plagia a obra japonesa? Qualquer semelhança é mera coincidência......

Ana
(Supervisora da redação)
@anapnf
Kimetsu no Yaiba
© Sword of the Devil

A desenvolvedora Tennine lançou um jogo para smartphone chamado Sword of the Devil (귀살 의 검) em 24 de abril pela Google Play Store na Coréia do Sul. O jogo foi rapidamente apontado como um plágio do trabalho de Koyoharu Gotouge, Kimetsu no Yaiba.

O game mostra uma história sobre o protagonista Tatsuya que perdeu sua família devido a demônios, então ele decidiu se tornar um caçador de demônios e vingar a morte de seus parentes. Até a jogabilidade também é acusada de plagiar outra obra intitulada Sword Master Story. Os fãs desse game acusaram uma grande semelhança anormal.

A empresa negou categoricamente essas alegações e, em resposta, afirmou apenas que “qualquer semelhança é pura coincidência”.

Confira as imagens do jogo:

Sword of the Devil
© Sword of the Devil
Sword of the Devil
© Sword of the Devil
Sword of the Devil
© Sword of the Devil
Sword of the Devil
© Sword of the Devil
Sword of the Devil
©S word of the Devil
Sword of the Devil
© Sword of the Devil

Sinopse de Kimetsu no yaiba:

É o período Taisho no Japão. Tanjiro, um garoto de bom coração que vende carvão para ganhar a vida, encontra sua família massacrada por um demônio. Para piorar a situação, sua irmã mais nova, Nezuko, a única sobrevivente, foi transformada em um demônio.
Embora devastado por essa realidade sombria, Tanjiro resolve se tornar um “matador de demônios” para que ele possa transformar sua irmã em um humano e matar o demônio que massacrou sua família.

Mais sobre Kimetsu no Yaiba:

O mangá de Koyoharu Gotouge já inspirou um anime de televisão que estreou em abril de 2019.

Os principais membros da equipe da série anime estão retornando para a sequência. A TOHO e a Aniplex estão lidando com a distribuição do filme.

Haruo Sotozaki (Tales of Zestiria the X, Tales of Symphonia the Animation) dirigiu o anime na Ufotable (Fate / Zero, Kara no Kyoukai, Katsugeki: Touken Ranbu) também foi creditada pelos scripts. Akira Matsushima (Maria Watches Over Us, Tales of Zestiria the X) foi o designer de personagens, com Miyuki SatouYouko Kajiyama e Mika Kikuchi servindo como designers de sub-personagens. Yuki Kajiura (Sword Art Online, Fate / Zero, Madoka Magica) e Gou Shiina (Tales of Zestiria the X, Juni Taisen: Zodiac War, God Eater) compuseram a música. Hikaru Kondo produziu a série.

O mangá estreou na revista Weekly Shonen Jump em fevereiro de 2016.

A série de mangás está inspirando um novo jogo para smartphone intitulado Kimetsu no Yaiba: Keppuu Kengeki Royale além de um jogo de ação separado para PlayStation 4, intitulado Kimetsu no Yaiba: Hinokami Keppuutan.

Além disso, o mangá inspirou dois romances e uma peça de teatro.

Fonte: Aqui!

SUA OPINIÃO É IMPORTANTE. COMENTE AQUI!
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião
deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

1
Deixe um comentário

avatar
2 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors
Alan Santana Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Alan Santana
Visitante
Alan Santana

Copiou na cara dura e fala que é coencidencia kkkk

trackback

[…] seu lançamento para Google Play Store na Coréia do Sul. O jogo foi rapidamente apontado como um plágio do trabalho de Koyoharu Gotouge, Kimetsu no […]