Kimi no Na wa chegará aos cinemas brasileiros Cinemark mais uma vez apostando nas atrações nipônicas

Vitor Nascimento
(Podcaster)
@ifusic
©Kimi no Na wa
©Kimi no Na wa

Marque outubro como um bom mês para ir ao cinema, de preferência se tiver uma sala do Cinemark em sua cidade, pois a empresa anunciou que fará a exibição do filme Kimi no Na wa (Your Name), mostrando assim que os amantes de animes e mangás também têm vez.

Kimi no Na wa é só mais uma empreitada da empresa, vendo que a mesma já exibiu o live-action de Death Note em agosto e exibirá a remasterização de Akira em setembro.

O filme baseado na obra de Makoto Shinkai, conta a história dos adolescentes Mitsuha e Taki, que apesar de morarem em locais distintos e nunca terem se encontrado, descobrem que têm um laço mais forte do que pensam.

Abaixo confira o cartaz em português:

©Kimi no Na wa
©Kimi no Na wa

Apesar do Cinemark só ter informado que será em alguma data durante o mês de outubro, já é motivo de sobra para os fãs da série comemorarem, visto que o mesmo foi recordista em vendas nas bilheterias de 2016 no Japão, e tornando-se o filme japonês com maior recorde mundial, arrecadando 355 milhões de dólares. Além do mais, foi indicado a vários prêmios, como por exemplo, o Annie Awards 2017.

Lembrando que o mangá está atualmente sendo distribuído pela editora JBC.

Saiba mais sobre Kimi no Na wa:

Mitsuha Miyamizu, uma garota do ensino médio, anseia viver a vida de uma pessoa na movimentada cidade de Tóquio, um sonho que contrasta com sua vida presente, no campo. Enquanto isso na cidade de Tóquio, Taki Tachibana vive uma vida ocupado como estudante do ensino médio, ao mesmo tempo que faz “malabarismos” com seu trabalho a tempo parcial, esperando um futuro na arquitetura.

Um dia, Mitsuha desperta em uma sala que não é dela, e de repente se encontra vivendo a vida dos sonhos em Tóquio, mas no corpo de Taki! Em outro lugar, Taki encontra-se vivendo a vida de Mitsuha no campo. Em busca de uma resposta a esse estranho fenômeno, eles começam a procurar um pelo outro.

 

Fonte: Aqui!

SUA OPINIÃO É IMPORTANTE. COMENTE AQUI!
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião
deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.