Shonen Jump fica sem mangá de esportes na revista pela primeira vez Uma situação triste para os fãs do gênero

Ana
(Supervisora da redação)
@anapnf
Shonen jump
©Haikyuu

Com a conclusão do mangá Haikyuu, de Haruichi Furudate, pela primeira vez na história, a revista Weekly Shonen Jump ficou sem publicar um mangá sobre esportes, conhecidos também como “Spokon“.

Com mais de 50 anos sendo publicada, essa falta de uma história esportiva na revista se deve à muitos fatores:

  1. Atualmente o coronavírus tem impedido a criação de uma chamada para novos mangás;
  2. Há uma competição crescente entre os editores;
  3. Poucas histórias novas de Spokon tiveram sucesso;
  4. O fato de os mangás esportivos terem desaparecido da “Jump”, que já produziu muitos trabalhos populares, foi um grande acontecimento para o mundo dos mangás (algo que até editores de outras revistas lamentam);

Para os fãs do gênero só resta esperar e torcer para que a revista consiga superar estas situações e encontrar uma boa história que valha a pena ser publicada.

Sinopse de Haikyuu:

“Um evento do acaso despertou o amor de Hinata Shouyou por voleibol. Seu clube não tinha membros, mas de alguma forma perseverou e finalmente chegou ao seu primeiro e último jogo normal do ensino fundamental, onde ele foi atropelado por Kageyama Tobio – um jogador exemplar conhecido como “Rei da Quadra”. Desejando vingança, Hinata entrou no time de vôlei do Colégio Karasuno para enfrentar seu odiado rival, Kageyama!. Contudo ele não imaginava que acabaria no mesmo time de Kageyama.”

Mais sobre:

Furudate lançou o mangá original em 2011.

A primeira adaptação de anime para televisão da I.G Production estreou em abril de 2014. A segunda temporada estreou em outubro de 2015 e a terceira em outubro de 2016. A primeira metade de Haikyuu!! To The Top, a quarta temporada, estreou em 10 de janeiro e o episódio 13 foi ao ar em 3 de abril. A segunda metade, composta pelos episódios 14 a 25, foi originalmente planejada para estrear em julho deste ano, mas foi adiada devido à nova doença de coronavírus. Em julho, foi confirmado o retorno em setembro.

O mangá também inspirou uma série de peças teatrais, um curta de animação em stop motion e vários OVAs.

Fonte: Aqui!

SUA OPINIÃO É IMPORTANTE. COMENTE AQUI!
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião
deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of