Steam x Eroges: Banimentos na plataforma causam polêmica Eroges e Galges disponíveis na Steam foram ameaçados de banimento por apresentar conteúdo adulto, mesmo que feito pela comunidade.

Vitor Nascimento
(Redator de Notícias)
@ifusic
Hunie Pop
©Huniepop/HuniePot

Recentemente a postura que a Valve adotou em relação aos jogos de conteúdo adulto em sua plataforma Steam trouxe uma nova polêmica à tona. Aparentemente diversos jogos que oferecem algum tipo de conteúdo adulto estão na fila para serem banidos da plataforma. Evidentemente diversos jogos como Galges e Eroges foram alguns dos principais alvos da nova política family-friendly.

O problema criou uma discussão ainda maior, acerca dessa postura já que a maior parte dos jogos que estão na iminência dos banimentos não são distribuídos com conteúdo adulto em sua versão final (Vanilla), mas este tipo de conteúdo é trazido e implementado pela própria comunidade graças à rede Steam Workshop, que permite que modificadores sejam criados para quase qualquer jogo. Mesmo assim, a condição deixada pela Valve foi clara: a menos que todo o conteúdo adulto destes jogos fosse erradicado, seja ele um mod ou não, eles seriam ostracizados de vez da plataforma.

O caso foi, em pouco tempo, exposto ao público consumidor destes jogos através de tweets dos desenvolvedores ameaçados. Alguns jogos famosos foram intimidados, entre eles os hits HuniePop, Nekopara e Mutiny!!. Visuais novels também fazem parte da população de jogos ameaçada. A desenvolvedora de HuniePop relata que a Valve ameaçou banir o jogo da Steam:

huniepop
©HuniePop@Twitter

A desenvolvedora NekoWorks também recebeu o mesmo aviso em relação aos seus jogos Nekopara e Tropical Liquor:

Nekopara
©NekoWorks@Twitter

Os jogos mais afetados são os Eroges

O que amplificou a polêmica em cima do negócio todo foi o seguinte fato: a nova política atingiu em massa os jogos de otakus, que em sua maioria nem são distribuídos com o conteúdo explícito na versão original. Comparado a alguns sucessos gigantes da plataforma, é fácil ver que a nova política da Valve é parcial. Grandes sucessos que são produzidos com conteúdo explícito não passaram pela mesma dificuldade, como GTA V e The Witcher. Já nossos queridinhos Eroges não estão tendo a mesma moleza.

Em outubro de 2017, a Steam já estava barrando estúdios de divulgarem os mods +18. O estúdio Dharker costumava produzir esses mods e divulgá-los (com links) nas sessões de reviews dos próprios jogos, porém passaram a ser impedidos de fazer esse marketing. A lista de desenvolvedores desse tipo de conteúdo que estão sendo ameaçados não é curta:  Winged CloudTop Hat StudiosWinter Wolves GamesSekai ProjectMangaGamer e outros. O jogo Sadist Sakura teve seu lançamento adiado pela mesma causa:

Sadist Sakura
©Sadist Sakura

O Youtuber Lost Pause comentou a polêmica em um vídeo seu:

Fonte (+18): Aqui!

 

 

 

 

SUA OPINIÃO É IMPORTANTE. COMENTE AQUI!
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião
deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.